Com polêmica, Flamengo arranca empate do Duque, mas fica longe da vaga

O duelo válido pela 5ª rodada da competição teve muita reclamação por parte do time rubro-negro



O Flamengo complicou ainda mais a sua situação no Campeonato Carioca. Neste sábado, os comandados do treinador Jorginho ficaram apenas no empate com o Duque de Caxias, por 1 a 1, em Moça Bonita, e precisam de um verdadeiro milagre para conquistar um vaga nas semifinais da Taça Rio. O duelo válido pela 5ª rodada da competição teve muita reclamação por parte do time rubro-negro com a arbitragem, que voltou atrás e anulou gol de Hernane. O Fla só conseguiu o gol da igualdade aos 47min do segundo tempo, com Cleber Santana.

Motivado pela vitória sobre o Remo, por 1 a 0, pela Copa do Brasil, no meio de semana, o Flamengo começou ameaçando o Duque de Caxias com chutes de longa distância do meio-campista Renato Abreu. O goleiro Fernando apareceu bem nos dois lances e evitou o gol rubro-negro. Aos 28min, foi a vez de Hernane desperdiçar grande chance. O atacante aproveitou rebatida de escanteio, tentou de voleio, mas a bola tocou na zaga já na pequena área e saiu por cima do gol.

O Duque de Caxias respondeu logo em seguida. Aos 31min da primeira etapa, Charles Chad recebeu pela meia esquerda e acertou um belo chute, no ângulo direito da meta de Felipe: um golaço. Após sofrer o gol, o time do Flamengo não teve criatividade para sair da marcação e não conseguia acertar o último passe no ataque.

O Flamengo mudou a postura na volta para o segundo tempo e passou a levar mais perigo à meta do Duque de Caxias. Aos 6min, Renato Abreu bateu falta na meia lua, Hernane desviou e a bola entrou no gol, mas a arbitragem marcou impedimento duvidoso do atacante. Treze minutos depois mais reclamações flamenguistas.

Aos 19min, Elias apanhou sobra da zaga e bateu cruzado. Hernane fez o gol de cabeça e, em um primeiro momento, o árbitro Pathrice Correia Maia confirmou o gol. Porém, 30 segundos depois o árbitro resolveu anular o gol, apontando impedimento do atacante rubro-negro no lance.

Os jogadores e o técnico do Flamengo reclamaram muito do árbitro durante a parada técnica. O fato é que Pathrice Maia conversou com o juiz de linha para tomar sua decisão, e desagradou a delegação rubro-negra. Pressionando muito no fim, o Flamengo foi contemplado com o gol de empate. Após recuperar a bolo no ataque, Elias serviu Cleber Santana na entrada de área. O camisa 16 chutou forte e alto, igualando o marcador.

Com o resultado, o Flamengo chega aos cinco pontos ganhos e segue com chances remotas de avançar às semifinais da Copa Rio. O time rubro-negro tem que torcer para que o Fluminense perca os próximos três jogos no campeonato. O primeiro duelo será ainda neste sábado, diante do líder Resende, às 18h30 (de Brasília). Caso o time tricolor vença o confronto, o Fla estará eliminado da competição.

Na próxima rodada, o time comandado por Jorginho terá justamente o clássico contra o Fluminense, no Raulino de Oliveira. Já o Duque de Caxias, que chegou aos seis pontos, visita no próximo sábado o Boavista, no Estádio Eucy Resende, na tentativa de fugir do rebaixamento para a segunda divisão.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 1 DUQUE DE CAXIAS

Local: Estádio Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 6 de abril de 2013 (sábado)

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Pathrice Maia (RJ)

Assistentes: Paulo Carneiro (RJ) e Tarsio Lago (RJ)

Cartões amarelos: Elias (Flamengo); Leandro Cruz, Sagaz e Charles Chad (Duque de Caxias)

GOLS:

FLAMENGO: Cléber Santana, aos 46min do segundo tempo

DUQUE DE CAXIAS: Charles Chad, aos 30min do primeiro tempo

FLAMENGO: Felipe; Elias, Renato Santos, Wallace e João Paulo (Ibson); Amaral, Renato Abreu, Gabriel e Rodolfo (Carlos Eduardo) (Cléber Santana); Rafinha e Hernane.

Técnico:Jorginho

DUQUE DE CAXIAS: Fernando; Iago, Paulão e Sérgio Raphael; Dudu (Sagaz), Renan Silva, Lucas, André Gomes, Leandro Cruz (Rafinha) e Antonio Carlos; Charles Chad (Digão).

Técnico: Mário Marques

Fonte: Terra