Com Ronaldo, no banco ou em campo, Timão enfrenta o São Caetano no Pacaembu

A presença dele como titular ou reserva ainda é uma incógnita

Seis jogos (ou um mês) depois, o Corinthians volta a jogar no estádio do Pacaembu nesta quarta-feira, às 21h50m, contra o São Caetano, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. Só que o Timão que a Fiel verá estará diferente. Apesar de o elenco ser o mesmo, a presença de Ronaldo nos últimos dois jogos mudou o ambiente na equipe alvinegra, agora contagiada pela redenção do Fenômeno.

A presença dele como titular ou reserva ainda é uma incógnita, mas isso não desanimou a Fiel, que comprou antecipadamente 27 mil entradas para o duelo. O gol marcado pelo camisa 9 aos 47 minutos do segundo tempo no empate por 1 a 1 com o Palmeiras aumentou ainda mais a expectativa para essa partida. Mano Menezes comemora esse clima, principalmente por, enfim, o craque ter repercussão positiva.

- As coisas sobre o Ronaldo têm uma repercussão maior. Ele conquistou isso com muito futebol. E felizmente esse futebol está voltando. No momento temos coisas mais positivas para falar do Ronaldo, como a melhor movimentação em relação ao jogo de estreia. Estamos felizes por termos conduzido esse processo de uma maneira que apresenta os melhores resultados dentro de campo - disse o técnico corintiano.

O bom momento do Corinthians não tem apenas a ver com o Fenômeno. A segunda colocação na tabela de classificação e a invencibilidade no Estadual reforçam o ambiente tranquilo no Parque São Jorge. A conquista da vaga na segunda fase da Copa do Brasil de forma antecipada também ajuda a montar esse cenário.

Só que o adversário desta quarta-feira está disposto a acabar com esse sossego. Conhecido como carrasco do Timão (são 24 jogos, com oito vitórias do Timão, quatro empates e 12 derrotas), o São Caetano não quer saber se o Corinthians terá Fenômeno ou não. Vai para o Pacaembu disposto a incomodar, mesmo sob pressão.

- Os ingressos estão praticamente esgotados e os corintianos estão empolgados por conta do Ronaldo. Antes mesmo da estreia dele, o Corinthians vinha bem na competição e por isso respeitamos muito. Mas quem sabe não aprontamos uma surpresa nessa festa - declarou o técnico Vadão, do Azulão.

Após 12 rodadas do Paulistão, o time do ABC paulista aparece na oitava colocação, com 17 pontos, seis a menos que o Santos, último do G-4.

Como de costume, o técnico Mano Menezes evitou confirmar a escalação do Timão para o jogo desta quarta-feira. Ainda mais com a possibilidade de colocar Ronaldo como titular pela primeira vez na temporada. O fato de o jogo ser à noite pesa em favor do craque, mas o comandante afirma ainda não ter definido.

- Dentro do processo evolutivo, ele já tem condições de atuar 45 minutos, mas ainda não decidi se vamos iniciar com o Ronaldo ou se vamos continuar com o mesmo expediente dos dois jogos anteriores - falou o comandante alvinegro.

Uma das novidades na equipe titular deve ser a entrada de Dentinho. Em evolução, o jovem atacante tem agradado ao técnico e pode ganhar a vaga de Jorge Henrique. Já Alessandro, apesar de recuperado de lesão muscular e de ter jogado no segundo tempo do clássico, deve continuar no banco de reservas. Fabinho segue na lateral.

Em relação ao empate por 1 a 1 com o Palmeiras, quem sai do time titular é ao argentino Escudero. No meio-campo, o técnico deve colocar mais um jogador, que pode ser Boquita ou um volante de mais contenção (opção menos possível).

No São Caetano, o técnico Vadão não poderá escalar o lateral-esquerdo Everton Ribeiro, emprestado ao Azulão pelo Corinthians. Por outro lado, o comandante tem à disposição os zagueiros Amarildo e Marco Aurélio e o volante Ademir Sopa. Os três cumpriram suspensão na última rodada e estão confirmados como titular.

Fonte: Globo Esporte