Com show no 1º tempo, Figueirense goleia e impede Avaí de voltar ao G-4

Com show no 1º tempo, Figueirense goleia e impede Avaí de voltar ao G-4

O Figueirense fez os quatro gols na primeira etapa, missão facilitada pela expulsão de Alex, aos 26min.

Com 45 minutos de perfeição, o Figueirense impôs um pesadelo ao Avaí na tarde deste domingo e conseguiu grande resultado em partida da Série B do Campeonato Brasileiro. Em clássico disputado no Estádio da Ressacada, o time alvinegro venceu por 4 a 0 ? todos os gols anotados no primeiro tempo ? para complicar a busca do arquirrival pelo acesso à elite do futebol brasileiro.

O Figueirense fez os quatro gols na primeira etapa, missão facilitada pela expulsão de Alex, aos 26min. De quebra, contou com pênalti defendido pelo goleiro Tiago Volpi para humilhar o Avaí em plena Ressacada. Com o resultado, chega aos 49 pontos, no 10º lugar. O Avaí, que com um empate voltaria ao G-4, permanece na 5ª colocação, com 53 pontos.

Na próxima rodada, o Avaí busca a recuperação na sexta-feira, às 21h (de Brasília), quando enfrenta o ASA, último colocado da Série B. A partida está marcada para o Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. O Figueirense entra em campo no sábado, às 21h. O adversário será o Guaratinguetá, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

O Figueirense precisou de 16 minutos para começar a demolir as esperanças avaianas de voltar ao G-4 da competição. O time abriu o placar após escanteio cobrado Wellington Saci, com cabeçada de Thiego para o fundo das redes. Em desvantagem, o anfitrião não soube como se portar na Ressacada e acabou perdendo totalmente o controle da partida.

Aos 22min, o Figueirense fez mais um com Rafael Costa, que dominou na intermediária, se livrou de dois marcadores e chutou no canto direito do goleiro Diego. Quatro minutos depois, o clima esquentou no gramado quando Alex, do Avaí, pisou em Rafael Costa durante dividida, causando bate-boca e confusão. Por conta da agressão, o jogador recebeu o cartão vermelho, deixando o anfitrião com um homem a menos.

A partir daí, a partida ficou ainda mais fácil para o Figueirense. O terceiro gol saiu aos 31min, em jogada de Everton Santos completada por Maylson, que limpou a marcação de Bruno Maia antes de tocar na saída de Diego. Aos 46min, o jogador voltou a estufar as redes, escorando de cabeça uma bola alçada na área em cobrança de falta da intermediária.

No segundo tempo, o Avaí tentou iniciar uma reação improvável e até teve a chance perfeita de descontar, mas não conseguiu balançar as redes. Aos 6min, Rivaldo derrubou Betinho na área e fez pênalti para o anfitrião. Cleber Santana bateu no canto esquerdo, mas Tiago Volpi acertou o lado e fez grande defesa. Pouco depois, aos 9min, o arqueiro ainda pegou boa cobrança de falta de Santana.

Comandado por Marquinhos, o Avaí ainda encerrou a partida tentando, sem sucesso, vencer a defesa do Figueirense. A vantagem construída no primeiro tempo foi o suficiente para a equipe apenas administrar a vitória na casa do arquirrival.

Fonte: Terra