Com um a menos em campo, São Paulo segura Ponte Preta e vence por 2 a 0 em Campinas

Com um a menos em campo, São Paulo segura Ponte Preta e vence por 2 a 0 em Campinas

Os gols da vitória foram marcados pelo zagueiro Lúcio e pelo meia Jadson (de pênalti), ambos no primeiro tempo.

Nem a expulsão de Edson Silva impediu o São Paulo de estrear bem na edição 2013 do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, a equipe venceu a Ponte Preta por 2 a 0 no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Os gols da vitória foram marcados pelo zagueiro Lúcio e pelo meia Jadson (de pênalti), ambos no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o São Paulo suportou a pressão da Ponte Preta, que se lançou à frente com três atacantes após a expulsão de Edson Silva aos 13min desse tempo de jogo. O zagueiro errou no domínio de bola e, ao perder na corrida para Rildo, derrubou o atacante e recebeu o segundo cartão amarelo.

A atuação segura do goleiro Denis e as alterações defensivas do técnico Ney Franco ? alterou o esquema 4-3-3 colocando o zagueiro Paulo Miranda e o volante Wellington nos lugares de Osvaldo e Silvinho ? garantiram o resultado em Campinas.

A partida no Moisés Lucarelli teve torcida única, já que o setor do estádio destinado aos torcedores visitantes está passando por obras. Em bom número no estádio, os fãs da Ponte exerceram bastante pressão na arbitragem do paulista Vinícius Furlan, que aos 4min anulou um gol dos mandantes após Baraka aproveitar rebote de Dênis. O volante estava ligeiramente impedido.

Logo depois, aos 8min, Lúcio aproveitou cobrança de escanteio da esquerda de Carleto e subiu mais do que a zaga rival para abrir o placar. Foi o primeiro jogo oficial de Lúcio desde a expulsão diante do Atlético-MG, na derrota por 2 a 1 em 8 de maio, no Morumbi, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Sem jogar oficialmente desde a eliminação contra a equipe mineira, o São Paulo aumentou a vantagem aos 44min da primeira etapa, depois que Diego Sacoman derrubou Silvinho na grande área. A marcação do pênalti gerou muita reclamação por parte dos jogadores da Ponte Preta, que cercaram o árbitro ? o atacante Rildo chegou a dar um tapa no braço de Furlan e por isso recebeu o cartão amarelo. Na hora da cobrança, Jadson bateu no canto superior direito de Edson Bastos.

Com os três primeiros pontos na tabela, o São Paulo agora se prepara para receber o Vasco, no Morumbi, na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília). Para a Ponte Preta, a segunda rodada do Brasileiro começará no mesmo dia, a partir das 21h, diante do Flamengo, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora.

Ficha técnica

PONTE PRETA 0 x 2 SÃO PAULO

Gols

SÃO PAULO

Lúcio, aos 8min do primeiro tempo; e Jadson, aos 44min do primeiro tempo

PONTE PRETA: Edson Bastos; Cicinho, Cleber, Diego Sacoman e Uendel (Rodrigo Biro); Baraka (Alemão), Magal, Ramírez e Chiquinho; William e Rildo (Everton Santos)

Técnico: Guto Ferreira

SÃO PAULO: Denis; Douglas, Lúcio, Edson Silva e Carleto; Denilson, Rodrigo Caio e Jadson; Silvinho (Paulo Miranda), Osvaldo (Wellington) e Luis Fabiano (Aloísio)

Técnico: Ney Franco

Cartões amarelos

PONTE PRETA: Rildo e William

SÃO PAULO: Lúcio, Edson Silva, Paulo Miranda, Wellington e Rodrigo Caio

Cartão vermelho

SÃO PAULO: Edson Silva, aos 13min do segundo tempo

Árbitro

Vinícius Furlan (SP)

Local

Moisés Lucarelli, em Campinas

Fonte: Terra