Confira sete possíveis destinos para o agora desempregado Mano

Confira sete possíveis destinos para o agora desempregado Mano

Mano colocou à disposição seu currículo para esse tipo de trabalho, mas não durou nem quatro meses

Mano Menezes tinha contrato até dezembro do próximo ano e falava em trabalho a longo prazo. Portanto, seu pedido de demissão no Flamengo, depois de perder por 4 a 2 para o Atlético-PR no Maracanã, na última quinta-feira, é tratado por todos como repentino. Com um clube em período de reestruturação, Mano colocou à disposição seu currículo para esse tipo de trabalho, mas não durou nem quatro meses. O que fará agora?

Abaixo, confira sete possibilidades para o treinador. Aparentemente, apenas para 2014, mas fatos como o próprio pedido de demissão apresentado por ele mostram como o futebol surpreende. Entre as possíveis opções, seis clubes com comandantes cujos contratos se encerram em dezembro. Além do velho sonho de Mano em dirigir um time europeu.

Corinthians: em momento de indefinições no Parque São Jorge, natural que o segundo técnico mais marcante dos últimos 10 anos seja lembrado para o caso de Tite deixar o cargo. O atual treinador, por sinal, tem contrato até dezembro e se especula que não teria aceitado a renovação recentemente oferecida. No Corinthians, Mano ganhou a Série B 2008, o Paulista 2009, a Copa do Brasil 2009 e saiu para a Seleção Brasileira na liderança da Série A.

Santos: era um dos nomes cogitados na Vila Belmiro para o lugar de Muricy Ramalho, mas a negociação não aconteceu aparentemente. Para 2014, a tendência é de o Santos aumentar os investimentos e isso fatalmente valerá uma reavaliação sobre o trabalho de Claudinei Oliveira, que por ora é tido como muito bom em todos os aspectos dentro do contexto pós-saída de Neymar.

Palmeiras: a próxima temporada será de enormes aspirações para os palmeirenses: a volta à Série A, a comemoração do centenário e a inauguração da Arena Palestra vão mexer com as expectativas dos torcedores alviverdes. Em dezembro, a diretoria deve reavaliar se Gílson Kleina tem condições de atingir grandes objetivos. No primeiro semestre deste ano, cabe lembrar, Mano foi bastante especulado no Palmeiras.

Grêmio: trata-se do clube que, a exemplo do Corinthians, tem identificação com Mano Menezes. Neste momento há poucas contestações sobre Renato Gaúcho, mas a incapacidade de encostar em Botafogo e Cruzeiro gerou frustrações nos últimos dias. Mano Menezes levou o time até a final da Copa Libertadores em 2007. O contrato de Renato acaba em dezembro.

Internacional: treinador colorado nas categorias de base há aproximadamente uma década, Mano já foi comentado no Beira-Rio em algumas ocasiões desde que deixou a Seleção Brasileira. No momento em que Dunga fica abaixo das expectativas dentro do Campeonato Brasileiro e se desgasta internamente, a possibilidade de rompimento começa a ser ventilada no Inter. Mano certamente seria um nome ponderado.

Fluminense: o contrato de Vanderlei Luxemburgo se encerra em dezembro e o clima nas Laranjeiras é de transição e reformulação, especialmente no que diz respeito à parceira Unimed. Por mais que tenha fracassado no Flamengo, Mano Menezes tem perfil de reconstrutor, o que evidenciou no Grêmio, no Corinthians e até mesmo na Seleção Brasileira. Ainda é muito próximo de Rodrigo Caetano, ex-diretor executivo gremista.

Europa: era a principal meta de Mano Menezes depois de deixar a Seleção Brasileira. Ele chegou a ser uma possibilidade concreta para o Porto e destacou seu estafe para tentar abrir portas na Inglaterra, mas faltou algum convite real. A tendência é que tente se reerguer do baque pelo Flamengo no futebol brasileiro, mas alguma oportunidade na Europa certamente seria considerada por ele.

Fonte: Terra