Confundido com juiz de clássico, ex-jogador quase apanha; veja!

Confundido com juiz de clássico, ex-jogador quase apanha; veja!

Colunista de jornal britânico e membro de equipe de TV, irlandês relata caso em restaurante

O ex-jogador da seleção irlandesa , colunista do jornal britânico "Daily Mail" e membro da equipe que cobre a Premier League pelo canal ITV, Andy Townsend, passou por momentos de tensão em Madri, após a vitória do Barça por 2 a 0 sobre o Real, na partida de ida das semifinais da Champions. Ao lado do apresentador de TV e rádio, Adrian Chiles, da ITV, além de diretores do canal, ele foi confundido com o árbitro do jogo, o alemão Wolfgang Stark, e por pouco, não foi agredido.

O juiz da partida virou alvo dos madridistas pela expulsão do luso-brasileiro Pepe e pelo desempenho na partida. Furiosos com o resultado negativo, torcedores ameaçaram Townsend, pensando se tratar de Stark.

O ex-atleta do Chelsea e Aston Villa pôs a culpa da ira dos torcedores em José Mourinho, que acusou a arbitragem e a Uefa de favorecimento aos catalães, em coletiva de imprensa pós-jogo. Ele contou o episódio ocorrido na capital espanhola.

- Estava em um restaurante, comendo, quando percebi pessoas olhando para mim. Começaram a tirar fotos e alguns ficaram perto de nós, perguntando: "O que está havendo aqui?". Levantei no restaurante e alguns começaram a me seguir. Um garçom me escoltou até o meu assento. E eu não sabia o porquê. Chegaram na minha mesa, falando agressivamente em espanhol. Tinha uma homem gritando na minha direção, em outra mesa. Tudo fora de controle. Só me toquei quando percebi meu crachá da Uefa no pescoço. Eles acharam que eu era Stark. Expliquei que era da TV inglesa.

Depois que o problema foi resolvido, Adrian Chiles não parou de pegar no pé de Townsend, e começou a chamar o ex-jogador de "Wolfie", em referência ao árbitro, segundo o "Daily Mail".

- Adrian não parava de me chamar de Wolfie. Mas tem algo de sinistro aí, o público não parou de pedir pelo sangue do juiz. Eles colocaram a culpa totalmente nele. Foi assim que Mourinho criou essa onda. Sou testemunha do efeito que ele tem nos fãs. Não quero vê-lo de novo na Inglaterra - concluiu.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com