Conor atrasa por uma hora, e Diaz faz gesto obsceno para torcedor

Conor recebeu muito carinho do público

Ciente de seu protagonismo no UFC 196 e da idolatria que desperta nos irlandeses, Conor McGregor mostrou o seu comportamento de estrela da companhia no treino aberto desta quarta-feira. O campeão dos pesos-penas (até 66kg), que vai enfrentar Nate Diaz na luta principal do card de sábado pelo peso-meio-médio (até 77kg), era o último a se apresentar e chegou uma hora atrasado, fazendo os fãs aguardarem com ansiedade pela sua chegada. Mas McGregor sabe como cativar seus torcedores e empolgou o público durante a quase meia hora de movimentação que fez no tatame montado no MGM Grand, em Las Vegas (EUA).

Conor recebeu muito carinho do público, formado em boa parte por irlandeses, que cantaram diversas vezes que "só existe um Conor McGregor". No maior momento de seu treino, o irlandês impressionou o público ao executar com perfeição seu trabalho de manopla sem precisar olhar para seu treinador. Durante a interação com os fãs, McGregor aproveitou para alfinetar Diaz.


- Ele fala pra c...! Fala muito. Mas isso vai acabar no sábado - prometeu.

Quando terminou a sua apresentação, o irlandês voltou a falar sobre o confronto contra Diaz e prometeu mostrar novas armas.

- Nate é muito previsível, muito lento, todo mundo deu a vantagem da velocidade para o Aldo, mas ele não tinha essa vantagem. Acho que isso será muito mais visível nessa luta. Eu acho que cresci muito desde pouco antes da preparação para o José Aldo. Tenho muito mais truques na manga, muito mais golpes no meu arsenal e uma força devastadora. Eu não consegui lutar contra o José Aldo, porque foi tão rápido, mas espero que o Nate possa durar um pouco mais, pois assim eu poderei mostrar um pouco dos meus movimentos tão belos com as mãos e alguns movimentos de ataque e defesa - atacou.


Rival de McGregor, Nate Diaz foi o primeiro a subir no palco e, bem ao seu estilo, logo que apareceu no tatame, ao ser provocado por um irlandês que gritou "seu m...", rapidamente mostrou o dedo médio para o torcedor. O americano fez alguns exercícios de manopla e de jiu-jítsu em uma rápida performance de cerca de cinco minutos. Na saída, poucas palavras, mas novas provocações para o fã irlandês que insistia em insultá-lo- Eu vou pegar aquele filho da mãe ali de boné. Eu me sinto bem, estou pronto. Quinta, sexta, um mês, que se dane…eu não dou a mínima, vou quebrar aquele m*** - disparou, antes de sair sorrindo e sinalizando que bateria no rapaz.

Campeã do peso-galo feminino, Holly Holm esbanjou bom humor e chegou a chamar para o palco uma menina para treinar com ela. As duas dançaram juntas e arrancaram muitas risadas da plateia. Miesha Tate, que desafiará o cinturão da compatriota no co-evento principal do UFC 196, também mostrou simpatia e um torcedor chegou a gritar que a ama, mesmo com a presença de seu namorado, Bryan Caraway.

UFC 196

5 de março de 2016, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL - a partir de 0h (horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Conor McGregor x Nate Diaz

Peso-galo: Holly Holm x Miesha Tate

Peso-meio-pesado: Gian Villante x Ilir Latifi

Peso-meio-pesado: Corey Anderson x Tom Lawlor

Peso-galo: Amanda Nunes x Valentina Shevchenko

CARD PRELIMINAR - a partir de 20h30 (horário de Brasília)

Peso-meio-médio: Brandon Thatch x Siyar Bahadurzada

Peso-meio-médio: Erick Silva x Nordine Taleb

Peso-médio: Vitor Miranda x Marcelo Guimarães

Peso-leve: Darren Elkins x Chas Skelly

Peso-leve: Diego Sanchez x Jim Miller

Peso-leve: Jason Saggo x Justin Salas

Peso-pena: Julian Erosa x Teruto Ishihara

Fonte: Com informações do G1