Seleção enfrenta hoje o Egito para fechar ano de 2011 com vitórias

Seleção enfrenta hoje o Egito para fechar ano de 2011 com vitórias

Neste segundo semestre, o selecionado de Mano Menzes emplacou uma sequência de vitórias contra seleções menores

O Egito é o escolhido da CBF para a seleção brasileira encerrar a temporada de 2011, marcada por críticas e poucos resultados expressivos. Nesta segunda-feira, às 15h, a equipe pentacampeã mundial encara o atual campeão africano em um amistoso no Qatar, no estádio Al Rayyan.

Neste segundo semestre, o selecionado de Mano Menzes emplacou uma sequência de vitórias contra seleções menores. Depois de vencer uma seleção B da Argentina, Costa Rica, México e Gabão, o Brasil pode completar uma quina de triunfos no último compromisso do ano.

Em 14 partidas em 2011, a seleção ganhou sete vezes, empatou quatro e perdeu três (uma delas nos pênaltis). O ponto alto foi a conquista do Superclássico das Américas diante da arquirrival Argentina, em setembro, quando os brasileiros empataram por 0 a 0, fora de casa, e ganharam por 2 a 0, em Belém. Fica a ressalva de que apenas atletas que atuam no Brasil e na Argentina entraram em campo, ou seja, Messi e outros destaques na Europa não jogaram.

Na Copa América, principal competição da temporada, a seleção registrou a sua pior campanha na história, terminando em oitavo lugar, após perder para o Paraguai nos pênaltis, nas quartas de final, depois de um empate por 0 a 0.

Contra adversários tradicionais, o país pentacampeão mundial sucumbiu diante da França (1 a 0, em Paris) e Alemanha (3 a 2, em Stuttgart), além do empate por 0 a 0 com a Holanda, em Goiânia.

Nestes dois últimos amistosos (vitória sobre Gana por 2 a 0, na última quinta-feira, e agora o Egito) em datas Fifa, quando os torneios europeus param, o treinador gaúcho convocou apenas jogadores que atuam no exterior, já que o Campeonato Brasileiro vive sua reta final. Nomes de destaque, como Neymar, Ronaldinho Gaúcho e Lucas, não foram chamados.

O Brasil deve ir a campo contra o Egito com a seguinte formação: Diego Alves; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Adriano (Alex Sandro); Lucas Leiva, Elias (Fernandinho), Hernanes e Bruno César; Jonas e Hulk

Fonte: uol.com