Timão decide por Mano Menezes para 2014 e põe fim à era Tite

Timão decide por Mano Menezes para 2014 e põe fim à era Tite

Mário Gobbi manifestou publicamente a vontade de contar com Tite para 2014.

O Corinthians terá novo comandante na próxima temporada. Praticamente sem considerar as possibilidades remotas de disputar a Copa Libertadores em 2014, a diretoria levou à comissão técnica a decisão de pôr fim à passagem de Tite e irá formalizar, nos próximos dias, um contrato junto a Mano Menezes. Desde a semana passada, Mano acenou positivamente para o convite.

Ao longo de toda temporada, o presidente Mário Gobbi manifestou publicamente a vontade de contar com Tite para 2014, mas as chances de renovação diminuíram nas últimas semanas na medida em que ficou clara a necessidade de reformular o elenco. O diagnóstico é de que Tite não era o mais indicado para seguir no banco de reservas.

Já desde a última semana, funcionários do clube tinham a informação de que haveria a troca de comando no Corinthians pela primeira vez desde 2010. Depois de vencer o Coritiba, Tite falou em tom de despedida no Couto Pereira. Inicialmente, ele era reticente sobre permanecer, mas já se mostrava mais receptivo a outro contrato com o Corinthians. Disse, inclusive, que era o desejo de seus familiares. Mas mudou o tom na quarta-feira.

"Só penso uma coisa: a gente não sabe qual será o futuro, mas o que foi construído dentro do Corinthians com o Mário (Gobbi, presidente), Andrés (Sanchez, ex-presidente), Duílio (Monteiro Alves, diretor adjunto), não foi em nenhum outro lugar. Isso ninguém tira. Esta aí! Com nossas virtudes e nossos erros, foi uma coisa extraordinária e que quero guardar para sempre", afirmou o treinador, que deve seguir nos quatro jogos que restam.

Sem clube desde que pediu demissão do Flamengo em 19 de setembro, Mano Menezes voltará ao clube para sua segunda passagem, a exemplo de Tite. Campeão da Série B 2008 e do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil em 2009, Mano deve assinar por apenas um ano e com valores inferiores ao do atual treinador. Sua missão é reconstruir a carreira, abalada pela demissão súbita na Seleção Brasileira e pela forma como se demitiu no Fla.

Na provável reformulação interna, natural pela troca de treinadores, o gerente de futebol Edu Gaspar deve seguir. Apesar de rusgas com Mano Menezes quando trabalharam juntos no Corinthians, ainda como jogador, Edu comanda o trabalho de construção do elenco para 2014 e deve levar suas ideias para discutir com o próprio Mano a montagem para a temporada que vem.

Inclinado a se afastar do futebol por não seguir do Corinthians, Tite será procurado pelo Santos para ocupar o lugar que atualmente pertence a Claudinei Oliveira. A intenção da atual diretoria e do gerente de futebol Zinho é de aumentar os investimentos para 2014 e contratar um treinador de ponta. Com fôlego no orçamento por quitar suas pendências com Muricy Ramalho, o Santos deve se voltar a Tite.

Além do interesse santista, o ainda comandante corintiano também é cogitado no Internacional, que também pensa em Abel Braga para a próxima temporada. A tendência, ainda assim, é de Tite se afastar do futebol até a Copa do Mundo. Luiz Felipe Scolari já afirmou que não deve renovar depois do Mundial, o que abre uma disputa por seu lugar na Seleção Brasileira. Tite, cogitado em 2012, tem interesse no posto.

Fonte: Terra