Corinthians e Santos decidem quem será o campeão paulista de 2009 no Pacaembu

Ao longo da semana, o Corinthians tratou de afastar o clima de "já ganhou"

Jogar no Pacaembu em 2009 vem sendo sinônimo de vitória para Corinthians e Santos. Mas, neste domingo, às 16h, apenas um dos dois clubes vai comemorar o título do Campeonato Paulista no mais tradicional estádio de São Paulo. Mais próximo disso está o Timão, que venceu o primeiro duelo por 3 a 1, na Vila Belmiro, e pode perder por até dois gols de diferença para ser campeão invicto, o que não acontece no estado desde 1972. Ao Peixe resta apenas lutar por um milagre. A Rede Globo transmite a partida, e você acompanha também, em Tempo Real, no GLOBOESPORTE.COM.

Ao longo da semana, o Corinthians tratou de afastar o clima de "já ganhou". Curiosamente, o Timão passou por um susto semelhante ao que não pode ter no final de semana. Jogando muito mal, chegou a estar perdendo por 3 a 0 (resultado que daria a taça ao Santos) para o Atlético-PR, na Arena da Baixada, pela Copa do Brasil. Entretanto, reagiu nos minutos finais e diminuiu para 3 a 2, ficando perto da vaga nas quartas-de-final.

- O sinal dos 3 a 0 é bom para não deixarmos passar nada em branco em uma hora como essa, ainda mais em uma semana tão importante. O futebol nos deu um recado e vamos ser inteligentes o suficiente para interpretar isso ? disse o técnico Mano Menezes.

O técnico Vagner Mancini, aliás, trabalhou o lado psicológico dos atletas durante os últimos dias. Mais do que trazer novamente a confiança depois da derrota em casa, o treinador também teve que manter viva a chama da esperança no título. Para que ele vá à Baixada Santista, o Peixe precisa vencer por três gols de diferença.

- O jogo não acabou e o Santos está de pé ainda. Sabemos que não será fácil, mas o futebol mostra que não é impossível ? afirmou o treinador.

O Corinthians, porém, não sabe o que é perder em casa por três gols de diferença desde o dia 25 de março de 2007, quando foi batido por 3 a 0 pelo Cruzeiro, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, resultado que derrubou o técnico Paulo César Carpegiani. Sob o comando de Mano Menezes, o Timão nunca foi batido desta forma.

O Santos se apega também ao bom retrospecto jogando no Pacaembu em 2009. Em quatro partidas no estádio, foram três vitórias, uma delas exatamente pelo placar necessário agora, 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, além de Botafogo (1 a 0) e Oeste (2 a 1). A única derrota foi justamente contra o Corinthians, 1 a 0, gol marcado por Dentinho.

Mas foi no Pacaembu que o Peixe obteve uma das mais importantes vitórias de sua história. No dia 10 de dezembro de 1995, o time precisava de um milagre semelhante contra o Fluminense para ir à final do Campeonato Brasileiro depois de perder por 4 a 1, no Maracanã. E conseguiu. Com uma atuação magnífica de Giovanni, o Alvinegro praiano goleou por 5 a 2 e garantiu a vaga, .mas perdeu na decisão para o Botafogo.

Para azar do Santos, não é por acaso que o Pacaembu é considerado a casa do Corinthians. Em dez partidas no local pelo Paulistão, foram sete vitórias e apenas três empates. O último resultado negativo diante da Fiel aconteceu no dia 19 de julho do ano passado, 1 a 0 diante do Bahia, pela Série B do Campeonato Brasileiro, competição no qual o Timão se sagrou campeão e pôde voltar à elite do futebol nacional.

- Jogar no Pacaembu está sendo muito bom para a gente, principalmente porque temos sempre a maioria nas arquibancadas. Contra o Santos, fizemos uma boa vantagem na Vila, mas não podemos facilitar. Será um jogo muito difícil porque o adversário tem qualidade e virá para cima ? lembrou o lateral-esquerdo André Santos.

Como de costume, o técnico Mano Menezes não revelou a escalação do Corinthians para a partida. O atacante Dentinho cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo e tem retorno garantido. O problema é quem sai: o meia Morais, o mais provável, ou o atacante Jorge Henrique. O segundo, mesmo tendo treinado normalmente na sexta-feira, ainda sente dores musculares na coxa direita.

Já Ronaldo, que sofreu uma pancada no tórax na derrota para o Atlético-PR, treinou bem neste sábado e provavelmente será escalado. Confirmada apenas a saída do zagueiro Chicão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, para a entrada do garoto Diego.

No Santos, Vagner Mancini poderá contar com o atacante Neymar. O jogador sofreu um pisão no pé esquerdo no treinamento de quinta-feira, mas vai para o jogo. Já o volante Rodrigo Souto, que se recupera de lesão muscular, ficará no banco de reservas. Ele se machucou na antevéspera do segundo jogo da semifinal, contra o Palmeiras.

- O pisão que o Neymar levou foi em cima da unha. Doeu na hora, mas ele já está bem e vai jogar normalmente. O Souto está liberado para o jogo. Acho difícil ele iniciar a partida, mas estará entre os 18 - explicou Mancini.

O zagueiro Fabão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, deve ser substituido por Domingos. O jogador iniciou todos os treinamentos como titular, mas sempre deu lugar a Astorga no segundo tempo. No meio-de-campo, Roberto Brum, outro que cumpriu suspensão por acumulo de advertências, volta na vaga de Pará.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com