Corinthians negócios no mercado da bola

Corinthians negócios no mercado da bola

Outros times que disputarão a Libertadores também se reforçaram

A busca do título inédito da Libertadores, no ano de seu centenário, fez com que o Corinthians fosse o time que mais investiu na janela de transferências do começo da temporada, que se encerrou nesta segunda-feira (1º) para os jogadores que deixam o futebol europeu.

Na Europa, o Timão foi buscar um dos principais reforços do futebol brasileiro em 2010, o lateral-esquerdo Roberto Carlos, do Fenerbahçe, da Turquia. Do Japão veio o meia Danilo, ex-Kashima Antlers. E o clube também investiu no mercado interno, buscando Iarley, Tcheco, Leandro Castán e Ralf.

Dos outros quatro times brasileiros que disputarão a Libertadores, quem também foi buscar reforços na Europa foi o Flamengo, que conseguiu tirar Vagner Love do Palmeiras, num acordo com o CSKA, da Rússia, que detém os direitos econômicos do atleta. Do mesmo CSKA veio o meia Ramon, e no Wolfsburg, o atual campeão alemão, o campeão brasileiro foi buscar o lateral Rodrigo Alvim.

O São Paulo contratou Cléber Santana, que estava no Atlético de Madrid-ESP, e Alex Silva, do Hamburgo-ALE, e conseguiu manter Hernanes e Miranda, seus dois jogadores mais visados. O único atleta a trocar o Morumbi pelo exterior foi André Dias. Os demais reforços do Tricolor vieram de outros clubes brasileiros, como Marcelinho Paraíba, que estava no Coritiba, e Rodrigo Souto, trocado por Arouca com o Santos, entre outros.

Para o Inter, o melhor negócio foi a permanência do volante Sandro, que chegou a ser anunciado como reforço do inglês Tottenham. Ele não deve ficar no clube após a Copa do Mundo, mas será um jogador importante na disputa da Libertadores, ao mesmo tempo em que tenta convencer o técnico Dunga a levá-lo para a África do Sul. O time ainda foi buscar no exterior seu técnico, Jorge Fossati, além do volante Wilson Mathias, que estava no futebol mexicano e chegou para compor o elenco.

O Cruzeiro também não contratou ninguém que joga na Europa, tampouco vendeu. A aposta no técnico Adilson Batista é na permanência da base de 2009, com destaque para o atacante Kleber, que chegou a viajar até Portugal, mas não acertou salários e tempo de contrato com o Porto, desfazendo o único negócio que havia sido fechado pela diretoria celeste.

Dos times que têm a Copa do Brasil como prioridade, a grande transação foi a contratação de Robinho pelo Santos, emprestado por seis meses pelo Manchester City. O Palmeiras trouxe da Itália o volante Edinho, que estava no Lecce, enquanto o Grêmio buscou o meia Douglas nos Emirados Árabes.

Novidades ainda podem aparecer nos próximos dias, mas, na Europa, apenas se o jogador tiver se desvinculado de seu clube até esta segunda-feira. Os mercados do Oriente Médio e do Japão, no entanto, ainda estão abertos, assim como o sul-americano ? os clubes que disputam a Libertadores, por exemplo, podem inscrever seus atletas até dois dias antes da estreia. Assim, se você estiver insatisfeito com seu time, ainda pode sonhar com a chegada daquele craque que mudará tudo. É só ter paciência.

Fonte: R7, www.r7.com