Corinthians vence o Criciúma por 2 a 0 e é o campeão da Série B do Brasileirão 2008

O Timão tem agora 76 pontos, 13 a mais do que o Avaí, segundo colocado

É campeão! Depois de muito sofrimento com o rebaixamento para a Série B em 2007, o Corinthians e a Fiel têm outro grande motivo para comemorar nesta temporada. Depois de assegurar o retorno à elite com o triunfo sobre o Ceará, o Timão assegurou o título da competição neste sábado, no Heriberto Hulse, com a vitória sobre o Criciúma por 2 a 0. A equipe corintiana foi beneficiada pelo empate do Avaí com o CRB por 1 a 1. O choro de tristeza deu lugar ao de felicidade e sensação de obrigação cumprida.

O Timão tem agora 76 pontos, 13 a mais do que o Avaí, segundo colocado. O Criciúma segue na 17ª posição com 36 pontos, ainda na zona de rebaixamento. Na próxima rodada, quarta-feira, os corintianos medem força com o Juventude, em Caxias do Sul. Antes, na terça-feira, o Criciúma enfrenta o Marília fora de casa.

Futebol de campeão

O primeiro lance de perigo do jogo deu a impressão de que o Criciúma daria trabalho ao Corinthians. Aos dois minutos, Cláudio Luiz dominou dentro da área, girou e chutou à direita do gol de Felipe. Só que essa foi a única boa oportunidade que os donos da casa tiveram no primeiro tempo. Depois disso, o domínio foi total dos paulistas.

Aos oito minutos, o argentino Herrera perdeu um gol incrível. Douglas lançou em profundidade para Dentinho, que cruzou para o meio da área. Sozinho, o camisa 17 mandou longe do gol. Três minutos depois, Chicão cobrou falta colocada e obrigou Vinicius a fazer grande defesa. Na seqüência, o camisa 1 se chocou com a trave.

Mais tarde, aos 18 minutos, foi a vez de Douglas, cria do Criciúma, perder uma ótima chance. Elias tabelou com Herrera e rolou para o camisa 10, que pegou mal na bola e mandou por cima do travessão. O Corinthians, porém, foi premiado pela soberania na partida no estádio Heriberto Hulse com um gol aos 22 minutos.

O lateral-esquerdo André Santos cobrou falta cruzada para área, o zagueiro Chicão subiu sozinho e cabeceou para o fundo do gol. Logo depois, o jogo foi paralisado para que buracos no gramado fossem reparados. Antes, aliás, tiras de papel higiênico tinham pegado fogo atrás do gol de Felipe. Foi preciso usar um extintor para controlar as chamas.

Com a bola rolando novamente, o Corinthians aumentou sua vantagem aos 33 minutos. Cristian tabelou com Morais, entrou na área e tocou para as redes. A vantagem parcial aliada ao empate no primeiro tempo de CRB x Avaí dava, naquele momento, o título antecipado da Série B ao Timão.

Timão só controla o jogo na segunda etapa

Atrás no placar, o Tigre voltou do vestiário com uma postura mais ofensiva e ganhou mais mobilidade no ataque com a entrada de Zulu na vaga de Jardel. Os donos da casa criaram uma boa oportunidade logo aos cinco minutos. Após cruzamento da esquerda, Cláudio Luiz desviou de cabeça e a bola passou rente à trave direita de Felipe. Tranqüilo na partida, o Corinthians só saía na boa. Aos 13 minutos, em um contra-ataque rápido, Douglas ganhou na corrida da defesa e tocou de perna esquerda na saída do goleiro Vinicius, que se esticou e fez uma boa defesa.

Com dificuldades para penetrar na defesa corintiana com tabelas pelo meio da área, o Criciúma apostou nas bolas aéreas para chegar ao gol. Aos 17, Zulu recebeu cruzamento na medida e mandou de cabeça. Felipe voou e fez uma linda defesa. Sempre com contra-ataques rápidos, o Timão chegou com muito perigo aos 27. Após bela trama, André Santos recebeu de Morais dentro da área e chutou em cima do goleiro.

A resposta catarinense veio rápido, tr&e

Fonte: Globo Esporte