Corinthians vence o Cruzeiro e segue na liderança

Corinthians vence o Cruzeiro e segue na liderança

O Corinthians conquistou importante vitória sobre o Cruzeiro, neste domingo em Sete Lagoas

O Corinthians conquistou importante vitória sobre o Cruzeiro, neste domingo em Sete Lagoas, e segue líder do Campeonato Brasileiro apesar do assédio das equipes cariocas que ocupam as quatro posições seguintes. O triunfo construído com gol de Paulinho teve direito a lance polêmico: o árbitro Pablo dos Santos Alves, do Rio de Janeiro, marcou pênalti a favor dos cruzeirenses sobre o jovem Élber. Na cobrança, Montillo isolou e murchou a reação do time da casa.

O lance, que lembrou o controverso pênalti marcado sobre Ronaldo para o Corinthians diante do Cruzeiro em 2010, também foi polêmico porque o argentino Montillo é especulado pelos corintianos para a próxima temporada. Abalado também por problemas pessoais, o meia bateu por cima do gol defendido por Júlio César.

O Corinthians continua líder do Campeonato Brasileiro, agora com 54 pontos, e frustra as aspirações de Vasco, Fluminense, Flamengo e Botafogo. O Cruzeiro, com 31 pontos e na 16ª posição, ainda respira fora da zona do rebaixamento.

O Cruzeiro jogará mais uma vez em casa na próxima rodada, domingo que vem, contra o Atlético-GO às 18h (de Brasília). O Corinthians também será visitante, no mesmo dia, às 16h. A parada é dura: Internacional no Beira-Rio.

Corinthians se segura e vence fora de casa

Sem vencer há 10 jogos, o Cruzeiro teve o meio-campo reforçado na marcação com a saída de Roger para o retorno de Fabrício à equipe titular. Foi a única mudança de Vagner Mancini em relação ao empate contra o Bahia, quarta-feira, em Pituaçu. Tite, que voltou a contar com o selecionável Ralf, também teve Liedson, recuperado de lesão, no posto do suspenso Jorge Henrique.

Bastante movimentado, o primeiro tempo em Sete Lagoas só não teve gol. A primeira boa chance foi do Cruzeiro, com finalização de Fabrício espalmada por Júlio César. O Corinthians, que criava boas jogadas e não conseguia concluir, foi ameaçado de novo quando Everton, da esquerda, cruzou com força e Keirrison, embaixo do gol, não alcançou por centímetros.

O Corinthians chegou de verdade aos 20min e aos 22min, mas Willian, travado em conclusão, e Liedson, freado por Victorino, não finalizaram. O cruzeirense Fábio impediu o gol corintiano em duas boas circunstâncias nos instantes seguintes. Primeiro, defendeu chute de Willian, e depois fez quase miagre em cabeçada de Paulo André.

Os últimos minutos em Sete Lagoas foram ainda mais disputados. Léo fez Júlio César trabalhar depois de cabeçada e Liedson, na grande área, chegou perto de tirar o zero do placar na derradeira jogada de perigo da etapa inicial.

A segunda etapa se iniciou com o mesmo ritmo intenso da primeira. Aos 9min, Wellington Paulista fez Júlio César trabalhar bem, e pouco depois foi o Corinthians que assustou. Danilo recebeu livre na grande área, se atrapalhou no domínio e o chute saiu fraco, nas mãos de Fábio.

Um pouco melhor em campo, o Corinthians transformou a superioridade em gol aos 19min. Edenílson, que havia acabado de entrar, lançou Alex na direita e, ao entrar driblar a marcação, o meia serviu Paulinho. De chapa, com categoria, ele abriu o placar na Arena do Jacaré.

Após marcar, o Corinthians se fechou à defesa e sofreu pressão intensa do Cruzeiro. Aos 31min, a equipe da casa teve a seu favor um pênalti polêmico, que remeteu ao encontro entre os dois times no Brasileiro 2010. O jovem Élber subiu em disputa com Edenílson e o árbitro carioca Pablo dos Santos Alves assinalou pênalti. Especulado no time corintiano para 2012, Montillo, que havia acabado de perder boa chance, chutou por cima após grande reclamação dos visitantes.

Com direito até a expulsão de Tite, o Corinthians se segurou na defesa nos minutos finais com as entradas de Wallace e Ramírez. Júlio César, aos 42min, pegou cabeçada de Anselmo Ramon na pequena área e confirmou a vitória que mantém os corintianos na ponta do Brasileiro.

Ficha técnica

CRUZEIRO 0 x 1 CORINTHIANS

Gol

CORINTHIANS: Paulinho, aos 19min do 2º tempo

CRUZEIRO: Fábio; Vítor, Léo, Victorino e Everton (Diego Renan); Fabrício; Marquinhos Paraná e Charles (Élber); Montillo; Wellington Paulista e Keirrison (Anselmo Ramon)

Treinador: Vagner Mancini

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Ramon (Wallace); Paulinho e Ralf; Alex, Danilo e Willian (Edenílson); Liedson (Ramírez)

Treinador: Tite

Cartões amarelos

CRUZEIRO: Charles, Marquinhos Paraná, Wellington Paulista

CORINTHIANS: Alessandro, Ramon, Edenílson

Árbitro

Pablo dos Santos Alves (RJ)

Local

Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Fonte: Terra