Corintiano preso em Oruro é visto entre vândalos no Mané Garrincha

Leandro é o torcedor sem camisa que grita em diração ao policial, mesmo sendo atacado com spray de pimenta.

A briga entre integrantes de torcidas organizadas de Corinthians e Vasco, no último domingo, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, teve a participação de um dos corintianos que foram presos em Oruro, na Bolívia, no caso da morte do jovem Kevin Espada, de 14, em fevereiro, na partida entre Corinthians e San José, pela primeira fase da Copa Libertadores.

Leandro Oliveira, um dos 12 torcedores que ficaram detidos na Bolívia cinco meses, foi reconhecido nas fotos da briga no Mané Garrincha pelo jornal O Estado de S. Paulo, em matéria publicada hoje. Ele é conhecido como Soldado na Gaviões da Fiel e partiu para cima dos policiais nos atos violento do último domingo. Leandro saiu da prisão no último 2 de agosto, com outros quatro corintianos.





Fonte: G1