Coritiba e Goiás só empatam no Couto Pereira

O time curitibano chegou a 46 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

Chances para vencer o jogo n?o faltaram para Coritiba e Goi?s na tarde deste domingo, no Est?dio Couto Pereira. No entanto, o empate em 1 a 1 foi um resultado ruim para as duas equipes, que ficaram ainda mais distantes de uma vaga da Ta?a Libertadores da Am?rica do ano que vem. O time curitibano chegou a 46 pontos na tabela de classifica??o do Campeonato Brasileiro, permanecendo na oitava coloca??o. J? o Esmeraldino foi a 45 pontos e tamb?m n?o mudou de posi??o, seguindo em nono.

O jogo

Precisando da vit?ria para seguir alimentando o sonho de chegar ? Libertadores, Coritiba e Goi?s n?o quiseram saber cautela e partiram para o ataque desde o in?cio da partida. No entanto, quem dominou as a?es ofensivas foi o time da casa, que empurrado pela sua torcida, conseguiu duas boas chances nos primeiros dez minutos. A primeira foi com Keirrison, que dominou livre na ?rea ap?s cruzamento de Felipe, fez o giro, mas bateu para fora. Pouco depois, Ariel deu boa cabe?ada ap?s cobran?a de escanteio de Carlinhos Para?ba, mas errou o alvo.

Assustado com o ?mpeto do advers?rio, o Esmeraldino tentava se reorganizar e sair para o jogo. Os laterais Vitor e J?lio C?sar eram sempre acionados, mas tinham dificuldades para se infiltrar no setor ofensivo do Coxa. A melhor chance dos goianos aconteceu aos 15 minutos. Iarley sofreu falta na entrada da ?rea e Paulo Baier cobrou com perigo, assustando o goleiro Vanderlei, que apenas observou a sa?da da bola pela linha de fundo. Depois desta chegada do time de Helio dos Anjos, o jogo ficou mais parelho, mas perdeu um pouco em qualidade, com muitas disputas de bola no meio de campo.

O Coritiba tinha mais posse de bola, mas centralizada demais as jogadas, facilitando o trabalho da zaga advers?ria. Enquanto isso, o Goi?s se aproveitava e encaixava bons contra-ataques. Em um deles, desperdi?ou uma excelente chance de abrir o marcador. Fernando avan?ou pelo meio e, mesmo com Iarley livre dentro da ?rea, preferiu o chute, mas bateu por cima do gol, aos 28 minutos. A resposta coxa-branca veio em seguida, com uma bonita cabe?ada de Maur?cio ap?s escanteio cobrado por Carlinhos Para?ba. O zagueiro testou com for?a e a bola raspou o travess?o.

Com o jogo novamente aberto, as chances se tornaram mais freq?entes. Aos 35 minutos, Romerito perdeu um gol feito. O atacante recebeu sozinho na ?rea, deixou o goleiro no ch?o por tr?s vezes, mas n?o chutou, dando a chance de Vanderlei se recuperar. Em seguida, foi a vez de Harlei trabalhar. Ricardinho fez bonita jogada individual pela esquerda e cruzou para a ?rea, mas o camisa um goiano tirou quase da cabe?a de Keirrison. Ent?o, aos 38 minutos, enfim foi aberto o placar. Romerito, mais uma vez, ganhou passe a?ucarado re Paulo Baier e desta vez n?o perdoou, tocando no canto direito da meta do Coxa. O time da casa ainda tentou reagir, mas a vit?ria parcial goiana se manteve.

Coxa passa sufoco, pressiona e empata

Em desvantagem e jogando em casa, o Coritiba para o tudo ou nada no segundo tempo. Dorival Junior colocou Marlos e Jo?o Henrique, sacando Carlinhos Para?ba e Leandro Donizete, colocando o time mais para frente. Por?m, quem voltou melhor foi o Goi?s. Aproveitando-se dos espa?os deixados pelo rival, os goianos tiveram duas chances de ampliar at? os cinco minutos. Na primeira, Romerito tentou duas vezes at? que Vanderlei segurasse. Na outra, Paulo Baier invadiu a ?rea sozinho, mas tamb?m parou no goleiro coxa-branca.

Apesar da press?o esmeraldina, o Coxa n?o estava morto na partida. Mesmo desorganizado, o time curitibano quase empatou o jogo em duas oportunidades. Primeiro o argentino Ariel acertou a trave ap?s completar cruzamento de Keirrison. Depois foi a vez de Marlos carimbar o travess?o ap?s arriscar de longa dist?ncia, com a bola desviando na zaga. Ent?o, aos 11 minutos, n?o teve jeito. Ap?s escanteio cobrado por Marlos, Felipe dominou na ?rea e tocou no canto de Harlei, empatando a partida.

Apesar do gol, o Goi?s seguia jogando com intelig?ncia, explorando os contra-ataques e usando bem as laterais do campo. Justamente po al? que o time de Helio dos Anjos quase chegou ao segundo. Paulo Baier recebeu lan?amento de Vitor, dominou no peito, mas chutou por cima da meta de Vanderlei. A essa altura, o Coritiba j? esquecia de qualquer tipo de t?tica e se lan?ava com tudo para o ataque. Como de h?bito, deixando espa?os em seu campo defensivo e levando Dorival Junior ? loucura no banco de reservas.

Da? em diante, o que se viu foi um show de disposi??o dos dois times, que buscaram a vit?ria at? o ?ltimo instante da partida. No entanto, com o empate, ambos praticamente d?o adeus ? chance de disputar a Libertadores em 2009.

Fonte: Globo Esporte