CR7 faz dois gols, chega aos 150 e dá 1ª vitória ao Real Madrid

CR7 faz dois gols, chega aos 150 e dá 1ª vitória ao Real Madrid

Cristiano se consolidou como o 10ª maior artilheiro da história do Real Madrid.

Enquanto Kaká luta para recuperar o seu espaço no Real Madrid, o amigo Cristiano Ronaldo segue dando as cartas e alcançando marcas com a camisa merengue. Neste domingo, o atacante português foi o principal nome ao marcar duas vezes na vitória sobre o Granada, por 3 a 0, no Santiago Bernabéu, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Espanhol.

O "doblete" fez o craque luso atingir os 150 gols pelo clube em 149 jogos. Higuaín, que o substituiu após sentir dores na perna aos 19 minutos do segundo tempo, completou o placar. O brasileiro Marcelo foi titular, enquanto Kaká novamente não saiu do banco de reservas - em outras oportunidades na temporada ele sequer havia sido relacionado. O titular de sua posição foi o croata Luka Modric, recém-contratado junto ao Tottenham.

Desta forma, o Real conquista a sua primeira vitória na competição. Campeão da Supercopa da Espanha na última quarta-feira ao derrotar o arquirrival Barcelona, o time de José Mourinho chegou aos quatro pontos e está na provisória 11ª colocação. O Granada é o 18º, com apenas um ponto.

Cristiano, por sua vez, se consolidou como o 10ª maior artilheiro da história do Real Madrid. Contratado em meados de 2009, ele está perto de ultrapassar Amancio, que anotou 155 gols entre 1962 e 1976. O líder da lista é Raúl González, com 323 gols entre 1994 e 2010.

O primeiro gol do jogo saiu aos 25 minutos e teve particpação brasileira. Marcelo começou a jogada e abriu para Callejón, que distribuiu para CR7. O português emendou rasteiro, quase sem ângulo, e ainda contou com um desvio na defesa para vencer Toño. Era, curiosamente, o primeiro gol seu no Campeonato Espanhol da atual temporada, mas também o 149º com a camisa merengue.

O 150º veio apenas na etapa final. Aos sete, Di María puxou contra-ataque e entregou um belo presente para o luso. Ele passou entre os zagueiros e recebeu livre, cara a cara com Toño. Cristiano precisou finalizar duas vezes até ver a bola entrar.

Cristiano ficaria apenas mais alguns minutos em campo. Aos 19, ele deixou o gramado com muitas dores na perna esquerda após entrada dura de Borja Gómez, que acabou expulso. Higuaín o substituiu e anotou o terceiro. Aos 31, o argentino recebeu bom passe e Benzema e, livre na pequena área, só teve o trabalho de empurrar.



Fonte: Globo Esporte