Criciúma segura pressão, bate Avaí e vai à final do Catarinense 2013

O adversário do Criciúma na decisão sai do duelo entre Figueirense e Chapecoense.

Com gol de Tartá no início da partida, o Criciúma derrotou o Avaí neste sábado, no Heriberto Hulse, por 1 a 0, e se classificou à final do Campeonato Catarinense. Na primeira partida, disputada em Florianópolis, o time da capital havia vencido por 3 a 2, e foi eliminada por conta dos gols marcados fora de casa pela equipe aurinegra.

O adversário do Criciúma na decisão sai do duelo entre Figueirense e Chapecoense. Na partida de ida, houve empate no Orlando Scarpelli. A decisão ocorre neste domingo, no Índio Condá, em Chapecó.

Contando com o retorno do centroavante Marcel e com a boa fase vivida por Lins, o time treinado por Vadão começou o duelo pressionando, disposto a derrubar a vantagem avaiana o mais rápido possível. O time da capital caiu na estratégia armada pelos donos da casa e logo foi castigado em lance curioso.

Aos três minutos de jogo, Lins recebeu na área pelo lado direito e deu um belo corta-luz para Tartá. O experiente Marquinhos tentou afastar o perigo, mas a bola seguiu viva. Depois foi a vez de Arlan tentar isolar e acabar acertando o peito de Tartá antes de morrer no fundo do gol.

O Avaí tentou reagir e a passou a controlar as ações da partida, enquanto o Criciúma apostava nos rápidos contra-ataques para incomodar o goleiro Diego. E foi na base da velocidade que os mandantes conseguiram deixar o time com um jogador a menos quando Lins foi atropelado por Pablo e o árbitro expulsou o zagueiro visitante.

Nos minutos finais, Lins mais uma vez apareceu na defesa avaiana, exagerou nos dribles e desperdiçou a chance de deixar a torcida mais tranquila. A oportunidade desperdiçada, no entanto, não atrapalhou o Criciúma.

Fonte: Terra, www.terra.com.br