Cruzeiro avança na Libertadores e agora encara o São Paulo

Cruzeiro avança na Libertadores e agora encara o São Paulo

Sem dar chance para a "zebra" e fazendo jus ao bom retrospecto em casa, o Cruzeiro avançou na Copa Libertadores, aos vencer o Universidade do Chile, por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Mineirão, com gol marcado pelo artilheiro Kléber, e confirmar a classificação às quartas-de-final. O adversário será o São Paulo, que passou de fase sem precisar jogar.

PRIMEIRO TEMPO

4min - Wagner cobra escanteio da direita e o goleiro chileno não segura. Leonardo Silva chega batendo para gol e a bola passa perto da trave esquerda

15min - Gerson Magrão cruza da esquerda e Ramires, livre, cabeceia para o chão. A bola quica e sai por cima do travessão

30min - Ramires arranca com a bola, passa pelos adversários e toca para Kléber, que bate para a defesa do goleiro chileno

40min - Kléber recebe na area, deixa Osvaldo González caído e bate para a defesa de Miguel Pinto, que evita o gol

SEGUNDO TEMPO

8min - Thiago Ribeiro cruza na ponta esquerda. Athirson passa de peito a bola para Léo Fortunato e o zagueiro arrisca o chute no meio do gol. Miguel Pinto defende para a Universidade do Chile

11min - Em contra-ataque rápido do Cruzeiro, Ramires lança Kléber na entrada da área. O atacante arrisca chute de primeira, mas Miguel Pinto defende para a Universidade do Chile

21min - Ramires recebe passe de Kléber na grande área, passa por Iturra e fica cara a cara com Miguel Pinto. O volante arrisca o chute, mas o goleiro espalma para a linha de fundo

29min - GOOOLLL DO CRUZEIRO!!! Ramires rola bola para Kléber na entrada da área. O atacante arrisca chute rasteiro no meio do gol e a bola passa por baixo dos braços de Miguel Pinto

TIME IGUALA VELHA MARCA

LEIA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO

VEJA PÁGINA DA LIBERTADORES

VEJA FOTOS DO JOGO

TIME TEM DUAS BAIXAS

Por ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, em Santiago, na semana passada, o Cruzeiro entrou em campo com a vantagem do empate e de perder pelo placar de 1 a 0. O artilheiro Kléber abriu o placar aos 29min do segundo tempo, contando a falha do goleiro chileno Miguel Pinto. A vitória magra foi suficiente para levar o time mineiro à próxima fase.

Nas quartas-de-final, haverá um confronto entre dois clubes brasileiros. O São Paulo classificou-se, sem jogar, em função da oficialização pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) da desistência do Chivas, adversário do clube tricolor, de continuar no torneio, já que, por causa da gripe suína, não pode atuar mais no México. O Cruzeiro precisou jogar duas vezes nas oitavas-de-final.

Com a vitória tranquila, o Cruzeiro ampliou a invencibilidade no Mineirão para 24 jogos, disputados nos últimos oito meses. Nesse período, o time celeste obteve 21 vitórias e empatou três vezes. Nos jogos pela Libertadores deste ano, em casa, venceu Estudiantes, por 3 a 0, Universitario de Sucre e Deportivo Quito, ambos por 2 a 0. A defesa ainda não levou gol no estádio pela competição continental.

O primeiro tempo foi marcado pelo duelo entre ataque e defesa. O Cruzeiro foi para cima do adversário, criou oportunidades, mas não conseguiu abrir o placar. O Universidade do Chile limitou-se a defender, arriscando-se somente nos contra-ataques, que foram poucos e sem perigo para o goleiro Fábio.

Kléber e Ramires desperdiçaram as melhores oportunidades do time mineiro nos 45 minutos iniciais. Aos 42min, o meia Wagner sentiu uma fisgada na coxa direita e não conseguiu seguir na partida. O camisa 10 celeste foi substituído pelo lateral-esquerdo Athirson.

No segundo tempo, o Universidade do Chile voltou com duas mudanças - saíram Pardo e Díaz e entraram o paraguaio Cuevas, ex-Santos, e Seymour - e com maus vontade. O time chileno ameaçou uma pressão sobre o Cruzeiro, mas não conseguiu assustar à meta de Fábio.

ANÁLISE DE JUCA KFOURI

"O Cruzeiro confirmou seu favoritismo, venceu a Universidad do Chile no Mineirão por 1 a 0"

BLOG DO JUCA KFOURI

Apesar das arrancadas de Cuevas, o Cruzeiro manteve o controle da partida e conseguiu a vitória com um gol de Kléber, que chutou da entrada da área para marcar. O goleiro Miguel Pinto, que estava bem no jogo, não segurou o chute sem força do atacante celeste.

Além de Wagner, o Cruzeiro teve mais duas baixas no segundo tempo. Jonathan deixou o campo mais cedo e foi substituído por Jancarlos, enquanto o volante Henrique machucou-se no final da partida.

No próximo domingo, o Cruzeiro volta a campo pelo Campeonato Brasileiro. Depois de estrear com vitória sobre o Flamengo, por 2 a 0, no Mineirão, o time celeste vai a Recife enfrentar o Náutico, às 18h30, no estádio dos Aflitos.

CRUZEIRO 1 x 0 UNIVERSIDADE DO CHILE

Cruzeiro

Fábio; Jonathan (Jancarlos), Leonardo Silva, Leo Fortunato e Gérson Magrão (Elicarlos); Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Wagner (Athirson); Thiago Ribeiro e Kléber

Técnico: Adilson Batista

Universidade do Chile

Miguel Pinto; Osvaldo González, Juan González, Rojas e Contreras; Díaz (Seymour), Iturra, Estrada e Pardo (Cuevas); Emilio Hernández e Olivera (Villalobos)

Técnico: Sergio Markarián

Data: 14/5/2009 (quinta-feira)

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Público: 36.898 pagantes

Renda: R$ 741.422,50

Árbitro: Hector Baldassi (ARG)

Auxiliares: Ricardo Casas (ARG) e Hernán Maidana (ARG)

Cartões amarelos: Iturra, Estrada, Seymour, Osvaldo González, Juan González, Villalobos (Universidade); Leonardo Silva, Thiago Ribeiro, Ramires (Cruzeiro)

Gols: Kléber, aos 29min do segundo tempo

Fonte: AE