Cruzeiro vence Coritiba por 3 a 1

A vitória leva o Cruzeiro para 20 pontos, na 14ª colocação e com um jogo a menos que a maioria dos times.

Quem vencesse do confronto entre Coritiba e Cruzeiro sairia da zona de rebaixamento e de quebra deixava o adversário lá. Melhor para os mineiros, que fizeram 3 a 1 em cima dos paranaenses, no Couto Pereira, e deram um salto na tabela do Campeonato Brasileiro. Welllington Paulista, duas vezes, e Thiago Ribeiro marcaram para os visitantes, enquanto Marcelinho Paraíba, com um gol de placa, descontou.

A vitória leva o Cruzeiro para 20 pontos, na 14ª colocação e com um jogo a menos que a maioria dos times. O Coxa permaneceu com 16, na 18ª posição. A próxima partida da Raposa será no domingo, contra o Santos, no Mineirão. No mesmo dia, o Coxa vai visitar o Fluminense, no Rio.

O JOGO

De volta ao Couto Pereira depois de cumprir suspensão e ter que mandar o jogo contra o Santos em Cascavel, interior do estado, o Curitiba começou o jogo animado com o apoio do torcedor de sua cidade. Logo no primeiro minuto, bliz alviverde. Márcio Gabriel fez jogada pela direita e cruzou. A zaga celeste titubeou e cortou mal. Marcelinho Paraíba ficou com a sobra e chutou em cima da zaga. Rebote de novo com o Coritiba. Da entrada da área, Douglas Silva isolou.

Aos 12, mais uma investida do time da casa. Marcos Aurélio arrancou pela direita e rolou para trás. Márcio Gabriel chutou torto, e a bola saiu pela direita.

Entretanto, no primeiro ataque do Cruzeiro saiu o gol. Jonathan entrou na área e foi puxado no ombro por Jaílton. Pênalti marcado pelo árbitro Paulo César Oliveira. Wellington Paulista foi para a cobrança e mandou no canto direito para abrir o placar, aos 20.

O gol desorientou o time paranaense, que passou a errar muito. Cleiton e Jéci, por exemplo, deram um contra-ataque cada um para os visitantes, que não souberam aproveitar. E Coxa, por sua vez, só ameaçou no restante do primeiro tempo em uma falta próxima à linha da grande área cobrada por Marcelinho Paraíba por cima do gol.

CRZUEIRO LIQUIDA JOGO

Com Bruno Batata no lugar de Thiago Gentil na volta para o segundo tempo, o torcedor coxa-branca esperava uma reação. Entretanto, foi exatamente o contrário que aconteceu. O Cruzeiro voltou com tudo e ampliou o marcador logo no início.

Thiago Ribeiro foi lançado livre na área por Fabrício. A defesa do Coritiba parou pedindo impedimento, mas o atacante driblou Edson Bastos e tocou para a rede, aos cinco. Seis minutos depois, Henrique carimbou a trave esquerda. Wellington Paulista pegou o rebote, pedalou para cima de Jéci e tocou no cantinho: 3 a 0.

O placar elástico e a atuação fraca da equipe geraram protestos da torcida do Coritiba. Houve correria na arquibancada, e a polícia teve trabalho para conter os alviverdes. A torcida ainda vaiava o time quando Marcelinho recebeu no meio de Leonardo Silva e Thiago Heleno, passou pelo primeiro, pelo segundo, avançou, driblou o goleiro Fábio também e tocou para o gol. Golaço do Coxa!

A partida marcou a reestreia de Gilberto com a camisa do Cruzeiro. Com o Cruzeiro mais preocupado em fazer o tempo passar, o jogador pouco pôde mostrar o seu futebol. Uma última chance teve o atacante Soares, que chutou rasteiro e obrigou Edson Bastos a fazer defesa em dois tempos. De resto, a equipe mineira administrou bem o jogo e venceu com tranquilidade.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com