Cruzeiro vence Fluminense e assume liderança

O Cruzeiro contou com Wellington Paulista no ataque ao lado de Thiago Ribeiro, com Montillo sendo responsável pela criação

O esperado confronto pela liderança do Campeonato Brasileiro terminou em vitória mineira. O Cruzeiro derrotou o Fluminense em Uberlândia neste domingo por 1 a 0, com gol solitário de Wellington Paulista, e assumiu a ponta da tabela. A equipe de Belo Horizonte chegou a 54 pontos, enquanto os cariocas têm 52 pontos.

O Cruzeiro usou seu "caldeirão" para derrotar o Flu. O time mineiro venceu suas quatro partidas no Parque do Sabiá, em Uberlândia, todas elas por 1 a 0. Os celestes inclusive abriram vantagem de cinco pontos em relação ao terceiro colocado Corinthians, que perdeu para o Atlético-GO no Pacaembu.

Para a equipe tricolor, além da derrota e perda da liderança, o jogo significou outra notícia desagradável. O meio-campista Deco se machucou novamente, e pode ficar fora por algumas rodadas.

O Cruzeiro contou com Wellington Paulista no ataque ao lado de Thiago Ribeiro, com Montillo sendo responsável pela criação. O argentino ficou com liberdade no meio de campo, enquanto Fabrício, Henrique e Marquinhos Paraná cuidaram da marcação.



Já o Flu contou com Deco entre os titulares, que compôs o setor criativo do time com Conca. Diogo e Fernando Bob fizeram a dupla de volantes, enquanto Washington e Rodriguinho apareceram no ataque. No departamento médico, Fred e Emerson desfalcaram a equipe carioca mais uma vez.

O jogo

O jogo começou aberto e aos 2min o Cruzeiro já teve sua primeira chance. Montillo alçou bola na área e Cláudio Caçapa mandou para fora. A resposta do Flu saiu quatro minutos depois, em jogada de escanteio, quando a bola sobrou para Washington, mas o atacante acertou de canela e mandou para fora.

O camisa 99 do Flu teve outra boa oportunidade aos 12min, após cruzamento de Conca, mas chegou atrasado na bola. Se os cariocas não conseguiram marcar, os mineiros abriram o placar. Aos 14min, Montillo alçou bola na área com estilo e Wellington Paulista venceu a marcação de Gum para cabecear no canto esquerdo de Rafael.

O Flu não abaixou a cabeça após o gol, e saiu para pressionar o Cruzeiro em seu campo. Conca teve chance aos 17min, após erro de Caçapa, mas Pablo afastou o perigo. Três minutos depois, o argentino cortou a marcação e arriscou chute arisco para a defesa de Fábio. Os visitantes tiveram outra boa chance aos 23min. Deco cobrou falta, acertou a barreira e, no rebote, Rodriguinho finalizou por cima do travessão.

O ritmo do jogo foi interrompido a partir do momento em que as duas equipes perderam jogadores por lesão. Além disso, Carlos Eugênio Simon aproveitou para paralisar o jogo, permitindo aos atletas se reidratarem. Deco sentiu dores musculares e deu lugar a Marquinho. Já o Cruzeiro viu Caçapa se machucar e Gil substituí-lo. A partida diminuiu o ritmo após a parada, com os jogadores trocando passes no meio de campo.

A bola aérea passou a ser mais explorada nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 37min, Thiago Ribeiro cabeceou após cobrança de falta, mas mandou pela linha de fundo. Quatro minutos depois, foi a vez de Wellington Paulista errar pelo alto, depois de lançamento de Montillo.

Segundo tempo

O jogo voltou animado depois do intervalo, e com 2min o Cruzeiro já acertou uma bola no travessão. Fabrício tocou para Wellington Paulista, que girou e acertou o poste do Flu. O time da casa trocava passes em seu campo de ataque, mas enfrentava dificuldades para passar pela marcação. A equipe celeste chegou a balançar as redes aos 7min, em cabeçada de Wellington Paulista, mas a arbitragem anulou o gol corretamente por impedimento.

O primeiro lance de perigo do Fluminense no segundo tempo saiu aos 11min, quando Rodriguinho recebeu dentro da área e chutou para a defesa de Fábio, mas o atacante estava em posição irregular. O time mineiro, porém, perdeu Montillo, machucado, que deu o lugar para Roger.

O Cruzeiro tinha mais posse de bola, mas o Flu teve boa oportunidade aos 21min. Washington completou cruzamento com carrinho, mas Fábio defendeu. A equipe carioca perdeu outra grande chance de empatar aos 24min, quando Rodriguinho na cara do gol falhou ao completar sobra de escanteio.

O Flu arriscava chutes de longe e lançamentos, dando pouco trabalho ao Cruzeiro. Os cariocas tiveram boa chance aos 33min, mas Washington novamente falhou na pontaria. Mesmo com a vantagem, o time da casa não parou de atacar, mantendo a bola no campo do adversário. Por fim, conseguiu segurar o placar e garantiu a ponta do torneio.

Fonte: Terra, www.terra.com.br