Cuca é agredido por árbitro depois de jogo na China

Cuca passou por uma situação inusitada ontem

Cuca passou por uma situação inusitada ontem. O brasileiro, que comanda o Shandong Luneng, foi agredido por um membro da arbitragem e acabou so- frendo um corte no supercílio devido à confusão depois do empate por 2 a 2 com o Guizhou Renhe, pela 13ª rodada do Campeonato Chinês.


Image title

O ex-técnico do Atlético-MG foi reclamar com a arbitragem ao lado de seus jogadores pela expulsão do meio- campista chinês Hao Junmin, em tumulto logo após o apito final. Um membro do quadro de arbitragem acabou atingindo o rosto de Cuca.

A reação depois da agressão foi com jogadores cercando o responsável por cortar o supercílio do treinador e o membro da arbitragem acabou caindo no gramado. A confusão toda durou cerca de um minuto.

"O futebol chinês deve desculpas a Cuca", manifestou-se oficialmente o Shandong, em breve comunicado. O treinador deixou o campo sem dar entrevistas à imprensa local.

O volante Junior Urso e os atacantes Diego Tardelli e Aloisio são os brasileiros que fazem parte do clube, que também conta com o meia argentino Montillo, ex-Santos e Cruzeiro.

Com a bola rolando, o destaque da partida foi o meia-atacante brasileiro Hyuri, ex-Botafogo, que marcou os dois gols do Guizhou Renhe, mandante da partida. O empate fez o Shandong Luneng perder a chance de assumir a liderança do Campeonato Chinês.

Fonte: Jornal Meio Norte