Beckham, Messi e e Kaká estão entre os mais ricos do mundo

Beckham, Messi e e Kaká estão entre os mais ricos do mundo

Kaká, do Real Madrid, aparece na 4ª colocação, com R$ 232,7 milhões

David Beckham (PSG) é o jogador mais rico de 2013, segundo um ranking elaborado pelo site Goal.com. A fortuna do jogador foi avaliada em R$ 612,5 milhões. Segundo o site, ele recolheu aproximadamente R$ 70 milhões de suas atividades comerciais fora do gramado em 2012 e tem patrocínios com a Adidas, Pepsi Diet e Samsung.

Quatro vezes melhor do mundo, Lionel Messi, do Barcelona, é o segundo jogador do Top 50, com uma fortuna de R$ 404,3 milhões. Adidas, Procter & Gamble e Herbalife coloboram para aumentar o bolso do atleta.

Cristiano Ronaldo figura em terceiro lugar, com R$ 392 milhões. Em 2009 ele se tornou o jogador mais caro da história depois de sua ida para o Real Madrid por R$ 280 milhões. Estima-se que ele receba R$ 42 milhões por ano em patrocínio de empresas como Coca-Cola, Motorola e Nike.

Kaká, do Real Madrid, aparece na 4ª colocação, com R$ 232,7 milhões. A sua contratação de R$ 189 milhões no Real foi a segunda maior transação da histórica na época. Ele possui ainda patrocínios de marcas como Adidas, Sony e Guaraná Antártica.

A 5° posição é de Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG), que já acumulou R$ 220,5 milhões. Apesar de contratos milionários em times como o Barcelona e o Milan, atualmente ele tem perdido muito dinheiro. Seu contrato com o Flamengo foi cancelado por falta de pagamento de salários e a Coca-Cola cancelou seu contrato, que iria até 2014, por ele ter aparecido bebendo uma Pepsi durante coletiva do Atlético-MG.

Outros brasileiros aparecem ao longo da lista, como Rivaldo, na 9° posição, com R$ 159,25 milhões. Aos 40 anos, ele voltou da Europa para assinar com o São Caetano. Já Robinho, jogador do Milan, faturou R$ 108,5 milhões e conquistou o 20° lugar entre os ricaços. Na Itália, recebe R$ 220,5 mil por semana, com bônus em potencial de R$ 1,1 milhão ao ano.

Neymar, dos Santos, está em 33°, com R$ 70 milhões. Segundo o site, o seu contrato com o clube rende R$ 385 mil semanais com os impostos já descontados, além de um bônus que chega a R$ 784 mil por temporada. A fortuna do jovem jogador se deve ao seu sucesso no marketing, com uma série de patrocínios de marcas como Nike, Panasonic, Claro, Unilever e Santander.

Segundo o Goal.com, o TOP 50 foi elaborado por meio dos bens identificáveis dos jogadores, incluindo salários, contratos, bonificações, acordos de apoio financeiro ou patrocínio, propriedades e outros negócios, que incluem ações em empresas declaradas até 31 de dezembro de 2012. Confira a lista com os 10 jogadores mais ricos



Fonte: Época