Deivid desencanta e Flamengo vence o América-RJ

Dono da camisa 9 no Flamengo em 2011, o atacante Deivid marcou seu primeiro gol em 2011

Dono da camisa 9 no Flamengo em 2011, o atacante Deivid marcou seu primeiro gol na temporada na fácil vitória por 3 a 1 sobre o América-RJ, no Estádio Giulite Coutinho, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. Após ser criticado na estreia contra o Volta Redonda - quando acabou substituído por Wanderley - e perder duas chances claras no jogo deste sábado, o centroavante "desencantou" no segundo tempo após boa jogada de Vander.

Renato Abreu, de falta, e o zagueiro David, de cabeça, marcaram os outros gols do time de Vanderlei Luxemburgo, que ainda não contou com a estreia dos astros Ronaldinho e Thiago Neves. Os rubro-negros lideram o Grupo 1 da Taça Guanabara com seis pontos. Já o América, que fez seu gol com Leandrinho, soma apenas um ponto após duas rodadas.

O Flamengo dominou as ações desde o início e criou a primeira chance logo aos 6min. Marquinhos, que ganhou a posição de Fierro aberto pela direita, invadiu a área e cruzou para Deivid, que perdeu grande oportunidade ao cabecear por cima da meta.

Apenas cinco minutos depois, porém, o placar foi aberto: Léo Moura rolou para Renato Abreu em cobrança de falta na entrada da área e o camisa 11 chutou de pé esquerdo no canto, enquanto o goleiro Mota ficou olhando de trás da barreira.

Mesmo atrás no marcador, o América não conseguia se impor em campo e atacar. O time rubro-negro seguiu trocando passes à vontade e pressionando, parando muitas vezes em faltas da equipe da casa. Em uma delas, saiu o segundo gol: aos 32min, Renato levantou na área em bola parada da direita e o zagueiro David ganhou no alto, em outra falha de Mota, para ampliar.

O lance mais brusco do jogo aconteceu aos 33min, quando Marquinhos foi acertado no rosto pelo braço do zagueiro Ronan, que chegou com vontade demais na dividida. O meia-atacante se recuperou rápido e, dois minutos depois, foi lançado pela direita e rolou para Deivid perder outro gol incrível, finalizando para fora.

O América só foi acordar no final do primeiro tempo. Aos 37min, Bruno Santos fez boa jogada, entrou na área e cruzou para o cabeceio de Felipe Adão, que parou em grande defesa de Felipe. O Flamengo respondeu aos 41min em chute perigoso de Fernando para fora, mas os anfitriões voltaram a assustar cinco minutos depois, quando Felipe Adão chutou de dentro da área no meio do gol, facilitando o trabalho de Felipe.

O técnico Gilson Gênio trocou seus dois laterais no intervalo, colocando Josimar (filho do lateral homônimo da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1986) e Felipe Assis nos lugares de Edson e Bruno Santos. O América até começou mais ofensivo, mas logo sofreu o terceiro gol: Vander pedalou pela direita aos 6min, foi à linha de fundo e tocou para Deivid, que finalmente conseguiu acertar o alvo e balançar as redes.

O Flamengo seguiu dominando e a torcida, maioria nas arquibancadas do Giulite Coutinho, começou a cantar vitória. Aos 11min, Marquinhos dominou na área, ajeitou o corpo e bateu para fora; cinco minutos depois, foi a vez de Egídio aparecer pela esquerda e chutar com efeito para boa defesa de Mota.

Depois da parada técnica do segundo tempo, os rubro-negros diminuíram o ritmo e sofreram o gol. Aos 22min, Hugo cruzou da direita, Felipe Adão ganhou da defesa pelo alto e o pequeno Leandrinho chegou antes de Felipe na bola para desviar de cabeça para as redes.

Mesmo após diminuir o prejuízo, o América pouco ameaçou o Flamengo em busca do empate. Aos 31min, Ives teve a chance de marcar o segundo em chute da entrada da área, mas isolou o chute. Com 38min, foi a vez de Léo Moura perder a oportunidade de matar a partida ao bater por cima do travessão após passe de Wanderley, que substituiu Marquinhos. Com tantos erros de finalização, o placar não foi mais alterado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br