Depois de queda na Libertadores, Muricy decide trocar oito titulares

Os motivos para a profunda mudança na equipe titular são diversos.

A eliminação do Santos para o Corinthians na semifinal da Copa Libertadores no final de junho foi um divisor de águas na temporada santista, mas, pelo menos por enquanto, para o lado negativo. Depois do empate por 1 a 1 com o maior rival no dia 20 de junho, o time santista entrou em campo seis vezes, com apenas uma vitória, e viu uma verdadeira reformulação do seu time titular.



O time que enfrentou o Corinthians no estádio do Pacaembu tinha Rafael, Henrique, Edu Dracena, Durval, Juan; Adriano, Arouca Ganso; Alan Kardec, Neymar e Borges. Destes, apenas três devem entrar em campo na quinta-feira para enfrentar o Atlético-MG, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro: Arouca, Henrique e Adriano.

Os motivos para a profunda mudança na equipe titular são diversos. O goleiro Rafael, o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar estão com a seleção brasileira para a disputa dos Jogos Olímpicos de Londres. O trio deve ficar mais seis jogos de fora.

A dupla de zaga titular desde 2010 não estará em campo também. Edu Dracena sofreu grave lesão no joelho esquerdo e só deve voltar a jogar na próxima temporada, enquanto Durval é o desfalque mais recente, já que levou o terceiro cartão amarelo na derrota para o Vasco, no último sábado, e está suspenso.

Houve também algumas negociações que ajudaram a forçar Muricy Ramalho a alterar a equipe. Alan Kardec e Borges foram titulares contra o Corinthians e deixaram o clube. O primeiro não teve o vinculo renovado e voltou para o Benfica, enquanto o segundo preferiu se mudar para Belo Horizonte e defender o Cruzeiro.

Na lateral esquerda, Juan parece ter perdido espaço após atuações fracas e o veterano Léo tem sido utilizado com maior frequência. E Elano, que alternava entre os titulares e o banco de reserva, também saiu.

Neste período, foram seis jogos, com quatro empates, uma derrota e apenas uma vitória, quando ainda tinha Neymar em campo. Retrospecto que deixa o Santos na 15ª colocação, com 10 pontos. "Estamos produzindo muito pouco para um time como o Santos", disse Muricy depois da derrota por 2 a 0 para o Vasco.

Contra o Atlético-MG, Muricy deve escalar o seguinte time: Aranha, Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Éwerthon Pascoa e Léo; Adriano, Henrique, Arouca e Felipe Anderson; Patito Rodríguez (Dimba) e Miralles.

Fonte: UOL