"Desumana", diz atleta eliminado no Pan-Americano sobre estrutura

Ele não conseguiu passar da semifinal dos 200 m em Toronto.

O velocista Aldemir da Silva não conseguiu passar da semifinal dos 200 m nos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Indignado com a situação, o atleta falou sobre a falta de estrutura para treinar e questionou os poucos investimentos na área.

Image title

"Falar de estrutura no Rio é fácil, porque não tem. Dependo das instalações militares para poder treinar. Dinheiro no Brasil tem e também atletas de porte, e os atletas não teriam de passar por isso. A gente sempre depende dos outros e não há muita esperança”, disse.

Devido reformas na sede dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, os treinos ocorrem na  base militar na Urca e no CDA (Comissão de Desportes da Aeronáutica). Aldemir classificou a situação como 'desumana'. 

"A Olimpíada está aí. Eu acho desumano alguém treinar assim. Os atletas estangeiros de alto rendimento não devem acreditar que haja outro atleta também de alto rendimento treinando em tais estruturas. É antidesportivo o que a gente passa”, desabafou.


Fonte: Com informações do Terra