Diego Tardelli alivia finanças do Flamengo

Sem o atacante no elenco, fica aberta mais uma vaga no time

Se o torcedor rubro-negro não vê caras novas chegando para o ataque, o inverso já não é mais verdade. Na última sexta-feira, a diretoria acertou a transferência de Diego Tardelli para o Atlético-MG. O clube vendeu 50% dos direitos econômicos do atleta. A negociação resolverá parte dos problemas financeiros do Flamengo. Além de receber R$ 300 mil, transferiu a dívida de R$ 400 mil que tinha com o São Paulo e recebeu a quitação de 440 mil euros (cerca de R$ 1,3 milhão) referentes à aquisição do goleiro Bruno.

Sem o atacante no elenco, fica aberta mais uma vaga no time, que pode ser preenchida nos próximos dias. O nome mais comentado nos bastidores inicialmente era o de Zé Roberto, que atualmente defende o Schalke 04, da Alemanha. No entanto, o Flamengo tem dificuldades em negociar com o ex-jogador do Botafogo por causa dos altos valores que envolvem a negociação.

"O Zé Roberto é um grande jogador, que nos interessa. Ele nos foi oferecido há cerca de 20 dias, mas seu custo é muito alto e está fora da realidade financeira do clube", diz o diretor de futebol Plínio Serpa Pinto, que deixa aberta a possibilidade de preencher a vaga de Tardelli com alguma outra contratação. "A saída do Tardelli abre uma vaga no elenco. Podemos preencher com um jogador da mesma qualidade."

Motta pode ser o substituto

Uma das possibilidades no mercado é o atacante Motta, que foi campeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2003 e atualmente defende o Seongnam Ilhwa, da Coréia do Sul. Ele seria um dos alvos, ainda que a diretoria se esquive.

"É um excelente jogador. Cai bem em qualquer equipe", limitou-se a dizer Plínio, que fez críticas ao ex-treinador rubro-negro. "Não adianta sair contratando. O treinador anterior indicou um monte de jogadores, mas quase não usou ninguém. Uma pena. Fizemos poucas contratações agora, mas com o aval do treinador. Se ele indicar alguém, será para jogar. Se não colocar em campo, estará fora do clube."

Quem retornou finalmente aos treinos foi o atacante Marcelinho Paraíba. Ele ficará no Rio até hoje à noite fazendo exames físicos e fisiológicos e iniciará o trabalho na Granja Comary só amanhã.

"O Marcelinho chegou atrasado e precisará passar por todos os exames médicos. Isso faz com que largue atrás dos outros companheiros. Ele terá que correr para se igualar com o resto do elenco", comentou Cuca.

Fonte: Terra, www.terra.com.br