Diocesano é campeão e conquista medalha de ouro no Basquete

Disputa ocorreu na quadra do colégio Diocesano neste sábado.

Após uma tensa e apertada vitória de 46 contra 43 pontos do Pro Campus, o Diocesano venceu a final do Basquete e conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos das Escolas Particulares. O jogo ocorreu no final da tarde e início da noite deste sábado na quadra do colégio Diocesano, mas a torcida maior era dos alunos do Pro Campus.

O Diocesano ganhou medalha de ouro em uma campanha invicta. No jogo da final, o Diocesano venceu três das quatro quadras. A primeira ele venceu com 13 pontos contra 5 do Pro Campus; Na segunda ele perdeu de 20 contra 23e a terceira ele venceu de 35 contra 33 do Pro Campus.

Equipe do Diocesano comemora vitória (Crédito: Efrém Ribeiro)
Equipe do Diocesano comemora vitória (Crédito: Efrém Ribeiro)

A vitória foi conseguida por causa de um pequeno vacilo do Pro Campus. O jogo estava muito equilibrado e o Pro Campus avançava com mais velocidade, mas cometeu uma falta, o Diocesano converteu uma cesta e ficou 44 do Diocesano e 43 para o Pro Campus.

Quando o Pro Campus teve a oportunidade de empatar, perdeu a posse de bola e os jogadores do Diocesano finalizaram com a cesta de dois pontos, finalizando 46 a 43. Quando foi feita a cesta de dois pontos, os jogadores de basquete do Diocesano fizeram a maior festa junto com o treinador Samuel Silva Franco.

O treinador Samuel Silva Franco, do Diocesano, afirmou que o resultado foi muito bom, porque, segundo ele, se trata de uma equipe que já vem tralhando e buscando esse resultado.

“Esse resultado é a primeira etapa das Olimpíadas das Escolas Particulares. A segunda fase vai ser a continuidade porque as Olimpíadas junta as escolas particulares, estaduais e as escolas federais e municipais. Essas Olimpíadas, sim, é que vão dar a quem vencer o direito de representar o Piauí em Brasília, em novembro, nos Jogos Estudantis”, declarou o treinador Samuel.

Gabriel Carlos de 16 anos, campeão das Olimpíadas Escolas pela equipe do Diocesano, afirmou que a equipe jogou porque treina todos os dias. “Nós fomos para cima e conseguimos ganhar e vencer com 46 a 43”, disse Samuel.

Olimpíadas das Escolas Particulares (Crédito: Efrém Ribeiro)
Olimpíadas das Escolas Particulares (Crédito: Efrém Ribeiro)

Jefersson Campelo, de 15 anos, da equipe campeã de Basquete do Diocesano, disse que o resultado da vitória do time contra o Pro Campus foi esperado. “Nós jogamos com raça, colocamos para cima e não desistimos nunca”, disse Jefersson.

“Nós lutamos para conseguir esse resultado. Nós saímos invictos nas Olimpíadas e não deixamos nada nos derrubar. Nós jogamos limpo todo o tempo, respeitando com o passar dois jogos a arbitragem e os nossos próprios colegas de equipe e jogando cada vez mais”, disse o jogador Ícaro Fortes, também de 15 anos.

O jogador Luiz Paulo, de 16 anos, do Diocesano, disse que o resultado foi muito difícil e conseguiram reverter o placar e sair campeão. “Nós conseguimos vencer porque treinamos demais, treinando forte. Nós somos a equipe que, desde os 11 anos de idade, estamos jogando duro. É fruto de um trabalho duro”, disse.

Por Efrém Ribeiro-Repórter do Jornal Meio Norte



Fonte: Portal Meio Norte