Diretores do Timão decidirão hoje o futuro de Adriano na equipe

Diretores do Timão decidirão hoje o futuro de Adriano na equipe

Não é só em forma de multa que o Corinthians quer atingir Adriano depois da falta ao treino da última terça-feira

Não é só em forma de multa que o Corinthians quer atingir Adriano depois da falta ao treino da última terça-feira. Em uma mescla de irritação e decepção por um novo desvio de conduta, a cúpula do departamento de futebol se reunirá com o Imperador nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, para tratar do futuro dele no Timão.

A era de camuflar os deslizes e a paciência acabaram. O atraso no retorno do Rio de Janeiro depois de comemorar o aniversário da mãe foi a gota d?água. Adriano faltou justamente ao trabalho que o colocaria como titular pela primeira vez desde que foi contratado, no amistoso contra a Portuguesa, no Pacaembu. Elton assumiu a vaga.

- Nós vamos conversar e ver o que o Adriano quer da vida, o que ele está pensando. Precisamos saber quais são as pretensões dele porque temos uma temporada importante pela frente ? afirmou o presidente em exercício Roberto de Andrade.

A princípio, o Corinthians nem cogita rescindir o contrato. Como o vínculo vence apenas em junho, o clube teria de arcar com mais cinco meses de salários, o que geraria um custo de aproximadamente R$ 2 milhões. A situação só mudará se o atacante pedir para deixar o clube, algo que, neste momento, ninguém da diretoria imagina.

Adriano vinha empolgando a comissão técnica nos treinos até escorregar pela primeira vez no ano. O desempenho nos 45 minutos contra o Flamengo não agradou, mas a vontade demonstrada durante a pré-temporada animou os dirigentes e até o técnico Tite. Nas contas da comissão, ele estaria em boas condições físicas entre março e abril.

- Ele vinha muito bem até acontecer isso. É uma pena. Por isso, vamos conversar ? lamentou Andrade.

A bronca desta quinta-feira será um ultimato. O Corinthians não aceitará novos deslizes, principalmente por temer que isso possa prejudicar o ambiente no clube às vésperas de estrear na Taça Libertadores ? enfrenta o Deportivo Táchira, dia 15 de fevereiro, na Venezuela.

Apesar de toda a esperança em recuperar Adriano, a diretoria acredita que a renovação de contrato está complicada. Para piorar, no amistoso contra a Portuguesa, a torcida também deu o seu recado antes de a bola rolar. Irritada com a falta de comprometimento do atacante, avisou que a paciência acabou. Na internet, os corintianos criaram até um movimento "Fora Adriano".

O Imperador terá de reeditar as grandes atuações do passado e ficar longe de confusões se quiser continuar em São Paulo. Resta saber se ele quer.

Fonte: Globo Esporte