Dispensado do Fluminense, zagueiro do Flamengo encara final aos 18 anos

Dispensado do Fluminense, zagueiro do Flamengo encara final aos 18 anos

Samir renovou seu vínculo com o Flamengo até o fim de 2017.

Ao conversar com Samir, bastam poucos minutos para perceber a maturidade e humildade do jovem zagueiro do Flamengo. O jogador, 18 anos, chegou às divisões de base do clube rubro-negro em 2011, vindo do Audax-RJ, um pequeno time do Rio de Janeiro.

A promessa permaneceu na base do clube da Gávea até junho deste ano, quando estreou no time profissional, contra o Criciúma, pelas mãos do então interino Jayme de Almeida, que assumiu o grupo após a demissão de Jorginho. Tão logo assumiu o elenco, o novo técnico Mano Menezes fez questão de aproveitá-lo e apostar em seu potencial, escalando-o seguidamente.

Mas a carreira do defensor começou muito antes: no mirim do Fluminense. Cria de Xerém, o garoto foi dispensado do clube das Laranjeiras por ser pequeno e gordinho, aos 14 anos. A dispensa é até hoje uma das principais lembranças ruins em sua carreira. Hoje com um verdadeiro porte de zagueiro - tem 1,88 m -, a má fase ficou no passado.

Dono de uma personalidade ímpar, elogiada por Jayme, Samir não desistiu de seu sonho de criança, e com a persistência da mãe foi em busca de uma nova oportunidade e um recomeço nos gramados, que aconteceu no Audax. Nascido em São Gonçalo, mas criado em São João de Meriti, o jogador já atuou de volante e lateral, mas é como zagueiro, sua posição oficial, que ele se sente mais confortável e confiante.

Toda a persistência, garra e talento podem ser recompensados nesta noite, já que o zagueiro entrará em campo vestindo a camisa 33, como titular ao lado de Wallace, na final da Copa do Brasil contra o Atlético-PR. O experiente Chicão, que vinha atuando na equipe, teve uma lesão no músculo posterior da coxa direita no jogo de ida e será desfalque.

Em outubro, o zagueiro renovou seu vínculo com o Flamengo até o fim de 2017, o que para ele foi um grande presente e o reconhecimento pelo seu trabalho. E presente é o que Samir pretende ganhar nesta quarta-feira, no jogo contra o Atlético-PR: o título da Copa do Brasil, já que completa 19 anos no próximo dia 5 de dezembro, e a vitória seria uma das maiores e melhores lembranças de sua vida.

Fonte: Terra