Dunga usa de "bom humor" para superar reencontro com imprensa

Dunga usa de "bom humor" para superar reencontro com imprensa

Treinador admite erros com a imprensa, mas diz que não vai mudar estilo com os jornalistas. Em alguns momentos da coletiva, técnico é irônico

Dunga entrou na sala de coletivas da nova sede da CBF, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, acompanhado do presidente da entidade, José Maria Marin, do coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, e do futuro mandatário da confederação, Marco Polo Del Nero. O sorriso no rosto já dizia muito do estado de espírito do novo treinador da seleção brasileira. Tanto que iniciou a coletiva com um pronunciamento. Disse que "estava feliz" com o retorno e fez um mea- culpa sobre os problemas de relacionamento que teve com a imprensa em sua primeira passagem.

Deixou de lado o estilo sisudo e "armado" do período em que comandou o Brasil de 2006 a 2010. Em vez das respostas ácidas, Dunga preferiu rebater questões mais polêmicas com ironias e até mesmo com algumas piadas. Arrancou gargalhadas no auditório da CBF ao não visualizar um interlocutor que já iniciava um questionamento sobre a reprovação de seu nome como treinador da Seleção na maioria das enquetes realizadas pelas TV´s e sites.

- Ele acha que é bonito, que eu tenho que olhar para ele - disse o treinador.

Dunga usou bom humor até em questões direcionadas à diretoria da CBF. Enquanto o presidente da entidade era questionado sobre a falta de privacidade na Granja Comary, o treinador da Seleção pegou papel e caneta e começou a escrever algumas palavras sob o olhar atento de Gilmar Rinaldi. Ao ler o recado do novo comandante, o coordenador da Seleção abriu um largo sorriso para logo em seguida ouvir a resposta do técnico sobre atividades fechadas.

Aos poucos, sem respostas mais ríspidas, Dunga afastou a apreensão de parte da imprensa com possíveis reações mais ásperas por conta de questionamentos mais polêmicos. O treinador admitiu que repensou o seu comportamento, mas que não vai mudar o seu estilo.

- Quanto a falar da minha pessoa, vocês me conhecem. Sabem que dificilmente algumas pessoas mudam, quanto à ética, trabalho e profissionalismo. Sei que tenho que melhorar muito no contato com os jornalistas. Por eu ser oriundo do futebol, na outra passagem, eu foquei mais no trabalho dentro de campo. Os resultados estão aí. Agora é normal que eu tenha que aprimorar o meu relacionamento com a imprensa. É minha culpa pela relação que tivemos. Trabalhei para me aprimorar.

A primeira convocação de Dunga acontecerá no dia 25 de agosto. A estreia acontecerá no dia 5 de setembro, contra a Colômbia, nos Estados Unidos. Quatro dias depois, o adversário será o Equador, também na Terra do Tio Sam.

Fonte: Globo Esporte