Dupla Robinho e Kaká funciona e Brasil bate a Venezuela por 4 a 0 em San Cristóbal

A Seleção de Dunga recuperou a vice-liderança do torneio, agora com 16 pontos.

A dupla Kak? e Robinho, sob o comando do t?cnico Dunga, continua infal?vel. Neste domingo, em jogo v?lido pelas Eliminat?rias para a Copa do Mundo de 2010, a Sele??o Brasileira derrotou a Venezuela por 4 a 0, em San Crist?bal, e reassumiu a vice-lideran?a do torneio, agora com 16 pontos. Desse modo, juntos, os dois jogadores, que marcaram nos primeiros minutos de partida, seguem sem perder com o atual t?cnico no comando.

O meio-campista do Milan e o atacante do Manchester City, que foram bastante aplaudidos pela torcida advers?ria, est?o juntos desde o dia 22 de agosto de 2006, quando Dunga dirigiu a equipe pela primeira vez, contra a Noruega, em Oslo. Em 17 jogos, foram 13 vit?rias e quatro empates, um aproveitamento de aproximadamente 84,5%.

Na tarde deste domingo, a Sele??o ainda apagou o amistoso de 7 de junho, em Boston, quando a Venezuela derrotou a equipe brasileira pela primeira vez na hist?ria do confronto entre os selecionados. Na ocasi?o, os comandados de Dunga foram superados por 2 a 0.

Apesar de a Sele??o ter negado durante a semana um eventual clima de revanche em territ?rio venezuelano, os jogadores brasileiros demonstraram bastante dedica??o desde o come?o da partida, mantendo-se ? frente do placar desde os 5min do primeiro tempo, com gol de Kak?.

Com o triunfo fora de casa, o Brasil chega ? mesma pontua??o da Argentina, que ontem derrotou o Uruguai por 2 a 1, mas supera a rival alviceleste no saldo de gols. O Paraguai, por sua vez, continua na lideran?a das Eliminat?rias, com 20 pontos.

Na pr?xima quarta-feira, a Sele??o recebe a Col?mbia, a partir de 22h (de Bras?lia), no Maracan?. Uma vit?ria, combinada a um trope?o paraguaio, pode fazer com que a forma??o brasileira fique a um ponto da lideran?a.

A Venezuela, por sua vez, permanece com 7 pontos, na nona coloca??o. O pr?ximo confronto da equipe, cuja torcida ficou revoltada e atirou diversos objetos no gramado neste domingo, ? contra o Equador, tamb?m na quarta.

O jogo

Os donos da casa assustaram logo aos 4min do primeiro tempo. Ap?s lan?amento de Renny Vega, o atacante Juan Arango, principal nome da Venezuela, saiu na cara do gol e chutou na sa?da de J?lio C?sar, que fez a defesa em dois tempos.

Um minuto depois, o Brasil respondeu inaugurando o marcador. Kak? recebeu bom passe de Robinho pelo lado direito, invadiu a ?rea e, de frente para a zaga advers?ria, chutou firme, no ?ngulo esquerdo do goleiro Renny Vega: 1 a 0.

Aos 9min, Robinho, que se desentendeu com um venezuelano ap?s a comemora??o do primeiro gol, acertou um belo chute de fora da ?rea, sem chance de defesa para o arqueiro da Venezuela, e ampliou a vantagem.

Assustada, a equipe venezuelana era dominada facilmente pelo Brasil. Dentro da grande ?rea, o meio-campista Elano dominou com o lado de fora do p? e cruzou rasteiro. Adriano, que n?o marcava pela Sele??o desde a Copa do Mundo de 2006, n?o desperdi?ou e anotou o terceiro do Brasil, aos 18min.

A partir da?, a partida esfriou. Enquanto a Venezuela passou a tocar mais a bola - ainda que sem muita criatividade -, a equipe verde-amarela come?ou a explorar sem pressa os contra-golpes.

Aos 44min, Adriano fez falta boba no meio-campo e recebeu cart?o amarelo do ?rbitro peruano V?ctor Hugo Rivera. Com isso, o centroavante est? fora do pr?ximo compromisso brasileiro, diante da Col?mbia.

Ap?s o intervalo, o Brasil, cuja ?nica altera??o foi a entrada de Thiago Silva no lugar de Juan, quase teve sua meta vencida pelo ataque venezuelano. Giancarlo Maldonado chutou na sa?da de J?lio C?sar, que fez uma linda defesa. No rebote, o atacante parou novamente no arqueiro brasileiro.

Um chute para fora de Robinho, que recebeu bom passe de Adriano, foi a resposta da Sele??o, logo na seq??ncia. Aos 11min, Kak? saiu novamente na cara de Renny Vega, que levou a melhor na disputa com o meia brasileiro.

Aos 21min, o lateral-esquerdo Kl?ber fez excelente lan?amento para Robinho, que aproveitou nova bobeada da defesa advers?ria e chutou no canto direito de Vega: 4 a 0. Com a goleada decretada, os venezuelanos, que j? haviam vaiado o t?cnico C?sar Far?as no Est?dio Pueblo Nuevo, entoaram o coro de "ol?" a cada passe do Brasil.

Pendurado com um cart?o amarelo, Kak? foi ent?o sacado por Dunga. No seu lugar, entrou o estreante Alex, do Internacional, que foi convocado ap?s o corte de J?lio Baptista. Outra estr?ia com Dunga como treinador foi a de Mancini, que retornou ? Sele??o agora como meia-atacante e substituiu Josu?.

Um chute de Gerzon Chac?n, defendido com seguran?a por J?lio C?sar, foi o ?ltimo suspiro da Venezuela na partida, aos 42min da etapa final.

Fonte: Terra, www.terra.com.br