Em crise, equipe Liverpool pode ir à venda

os donos contrataram Martin Broughton como presidente independente do Liverpool

Os proprietários do Liverpool, os americanos Tom Hicks e George Gillett, devem colocar a equipe à venda. De acordo com o jornal inglês The Guardian, espera-se que os dois, impopulares com a torcida, oficializem a intenção de negociar o time nesta semana.

Hicks e Gillett conseguiram uma extensão do pagamento do empréstimo que têm com o Royal Bank of Scotland. Segundo o diário, o adiamento do prazo estaria ligado ao compromisso deles de abandonar o comando da equipe.

Além disso, os donos contrataram Martin Broughton como presidente independente do Liverpool, com a tarefa de organizar a busca por novos investidores para o time inglês. Broughton se reuniu com o Barclays Bank, para que a instituição ajude na venda do clube.

A reunião trouxe esperança para a torcida, que quer se ver livre dos americanos, e para o treinador Rafa Benitez, que espera mais investimentos em contratações para a próxima temporada.

De acordo com o Guardian, o Royal Bank insiste que, dos 237 milhões de libras (R$ 644,5 milhões), 100 milhões (R$ 272 milhões) sejam pagos.

Fonte: Terra