Em jogo nervoso, River empata com o Lajeadense e garante série C

O River Atlético Clube empatou em 1 a 1 com o Lajeadense.

E deu tudo certo (em pleno dia do Piauí)! Apesar de sair atrás no placar, o River Atlético Clube empatou em 1 a 1 com o Lajeadense na arena Alviazul, em Lajeado/RS, conquistou uma vaga nas semifinais da série D e carimbou o acesso à série C de 2016.

Os gols do jogo foram marcados por Alan, aos 27 do primeiro tempo, e Fabinho, aos 17 da segunda etapa. Agora, o galo pega mais um gaúcho: o Ypiranga, de Erechim/RS. O primeiro jogo acontece em Teresina, no dia 25/10.

Pressão gaúcha

O Lajeadense começou tomando a iniciativa do ataque. Antes dos 10 minutos, os donos da casa já haviam finalizado duas vezes. Abusando das bolas áreas, os gaúchos pressionavam o time riverino.

O placar foi aberto aos 27. Alan recebeu bola enfiada e, em velocidade, bateu de primeira, vencendo Naylson. 1 a 0 e Festa na arena Alviazul.

O time tricolor seguiu se defendendo até o final da primeira etapa, em meio a ânimos exaltados e bate boca entre os jogadores das duas equipes.

Fabinho, mais uma vez decisivo

No intervalo, Flávio Araújo promoveu a entrada de Thiago Dias no lugar de Júnior Xuxa, dando mais poder de marcação no meio de campo. Pouco depois dos 10 minutos, Luiz Carlos Winck decidiu dar mais poderio ofensivo ao time da casa e mandou Ramon para o jogo, em busca do resultado. Pouco mais de cinco minutos depois, outra mexida ofensiva: Lenilson foi para a vaga de Alan.

Mas o River chegou ao empate aos 17. Jogada pela direita, Eduardo deixou passar e a bola encontrou Fabinho, que bateu no canto direito de Giovani, jogando um balde de água fria na torcida em Lajeado.

As emoções seguiam elevadas na arena Alviazul. Naylson salvou a equipe piauiense em chute à queima roupa de Ederson, e pouco depois o Lajeadense ficou com um a menos: Goiano deu dois pontapés em Thiago Dias e, flagrado pela arbitragem, acabou levando vermelho direto.

Restou à equipe riverina controlar a partida, segurar as investidas do time de Lajeado e ainda tentar ampliar - como na boa tentativa de Fabinho, aliviada pelo goleiro Giovani. O árbitro apontou o centro do campo pouco antes dos 50 minutos - ponto final do jogo e marco inicial da festa riverina, em êxtase por conta da maior conquista do futebol piauiense neste século. Um belo presente nos 193 anos da adesão do Piauí à independência do Brasil.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title


Image title

Image title

Image title

Image title


Fonte: Dowglas Lima