Em jogo polêmico, Internacional vira e complica situação do Palmeiras; 2 a 1

Em jogo polêmico, Internacional vira e complica situação do Palmeiras; 2 a 1

Rafael Moura fez o gol da virada do Inter no Beira-Rio

O Internacional resistiu à pressão do desesperado Palmeiras neste sábado no Estádio do Beira-Rio e seguiu com chances de conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. Com gols de Fred e Rafael Moura, os colorados conquistaram a vitória de virada por 2 a 1 em um jogo marcado por uma enorme polêmica: um gol de mão marcado pelo argentino Hernán Barcos, validado inicialmente pela arbitragem e anulado depois de muita reclamação e interferência do delegado da partida.

O confronto começou bastante agitado em Porto Alegre, e o Palmeiras demonstrava ousadia na casa adversária. Sustentando a pressão na defesa e realizando uma rápida saída nos contragolpes, o time paulista criou ótimas oportunidades no Beira-Rio até finalmente abrir o placar aos 21min: Marcos Assunção cobrou escanteio na área, Barcos desviou no meio do caminho e Luan, no segundo pau, cabeceou com consciência e tirou do alcance de Muriel.

O gol embalou os palmeirenses, que tiveram uma excelente oportunidade logo em seguida: aos 23min, Patrick Vieira batalhou pela bola contra três defensores e cruzou na área. Barcos, sem ângulo, finalizou de esquerda, mas Muriel fez boa defesa e salvou o Inter. E o time colorado aproveitou para ganhar ânimo e ir em busca do empate: Artur se atrapalhou na hora de pegar uma rebatida no meio de campo e permitiu que os gaúchos saíssem em contra-ataque com Guiñazu. O argentino foi à linha de fundo e cruzou para Fred, aos 33min, deixar tudo igual.

Os palmeirenses ainda tiveram uma ótima oportunidade de recuperarem a vantagem no marcador no primeiro tempo, mas Artur perdeu um gol incrível aos 37min, depois de vacilo de Kléber. Ele penetrou sozinho na área e, cara a cara com Muriel, bateu rasteiro e em cima do goleiro colorado, que encaixou tranquilamente.

O Inter voltou melhor para o segundo tempo, com Elton no lugar do lateral Nei, e passou a dominar o Palmeiras. Forlán teve uma ótima oportunidade de virar aos 2min, mas chutou para fora após ótimo lançamento de Kléber. Rafael Moura, contudo, não desperdiçou quando teve a oportunidade aos 9min: livre na pequena área, ele mergulhou para completar de peixinho um cruzamento de D"Alessandro e virou o marcador.

O Palmeiras, então, foi para o ataque e teve duas grandes oportunidades, sempre de cabeça. Primeiro Muriel salvou uma boa cabeçada de Luan aos 16min. Logo depois, Marcos Assunção cobrou escanteio na área e Barcos desviou para a rede com um soco. O gol chegou a ser confirmado pelo árbitro Francisco Carlos Nascimento, que mais tarde cedeu à pressão dos colorados e a um grito do delegado da partida e invalidou a jogada - mas sem mostrar o cartão amarelo ao argentino, como deveria caso seguisse a regra.

Precisando pontuar para melhorar a condição na luta contra o rebaixamento, o Palmeiras pressionou bastante no final da partida, mas não conseguiu reverter o resultado. O time alviverde seguiu com 32 pontos na 18ª colocação da tabela, ainda a seis do Bahia, 16º e fora da zona de queda. Já o Inter alcançou os 51 pontos, assumiu quinta posição e reduziu temporariamente para quatro a diferença em relação ao São Paulo, último integrante do G-4.

O Palmeiras tenta dar prosseguimento à difícil missão de escapar da Série B de 2013 no próximo domingo, dia 4, quando retorna à cidade de Araraquara para receber o Botafogo, às 17h (de Brasília). Já o Internacional entra em campo mais tarde, às 19h30, para enfrentar o Náutico no Estádio dos Aflitos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br