Em momento constrangedor, Felipe Massa e Nelsinho Piquet se cumprimentam em SP

Os dois se encontraram por acaso na manhã desta quinta-feira no Kartódromo Granja Viana

Definitivamente, o clima entre Felipe Massa e Nelsinho Piquet não é dos melhores. Os dois se encontraram por acaso na manhã desta quinta-feira no Kartódromo Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo. O brasileiro da Ferrari foi o primeiro a chegar, por volta das 9h (de Brasília). O ex-piloto da Renault, pivô do escândalo do GP de Cingapura de 2008, entrou no local cerca de uma hora depois.

Os dois dividiram a pista em alguns momentos, mas nunca estiveram próximos. Ao final da sessão de treinos, por volta de 12h40m, Nelsinho Piquet resolveu ir embora, mas fez uma escala no caminho para a saída do kartódromo: a garagem onde estava Felipe Massa. O ex-piloto da Renault cumprimentou o compatriota, mas recebeu um aperto de mãos e um olhar frio em resposta. Visivelmente sem jeito, Nelsinho deixou o local em seguida.

Massa não ficou satisfeito com o desfecho do caso Renault e condenou a postura de Nelsinho em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM nos estúdios da TV Globo na quarta-feira. Ele, que perdeu o campeonato de 2008 por um ponto para o inglês Lewis Hamilton, classificou a manobra da equipe francesa de roubo. Massa diz que não aceitaria uma proposta semelhante na F-1.

- Foi uma atitude muito feia, né? Uma atitude de um piloto... Muito feia em geral. De uma equipe chegar e dizer que você tem que bater para renovar seu contrato. Um piloto que sabia que ia ser mandando embora. O Nelsinho tinha certeza que seria mandado embora. Jovem, errou, assumiu o erro. Acredito que assumir o erro é bom, porque o cara contou a verdade, tudo bem. Não deveria ter esperado tanto tempo para contar a verdade. Contou porque foi mandado embora, isso não é legal.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com