"Eu amo esse clube", diz Vagner Love ao ser apresentado no Fla

"Eu amo esse clube", diz Vagner Love ao ser apresentado no Fla

Amar não é fácil. Requer paixão, dedicação, respeito e desapego. Foi assim que Vagner Love deixou o CSKA Moscou para voltar ao Flamengo

Amar não é fácil. Requer paixão, dedicação, respeito e desapego. Foi assim que Vagner Love deixou o CSKA Moscou para voltar ao Flamengo. O apelido que ele carrega foi por excesso de amor às mulheres no tempo em que era apenas um jovem sonhando um dia se tornar profissional. Hoje, ele voltou seu coração para o seu clube na infância e para o qual não deixou de torcer mesmo depois de ver o futebol se tornar profissão em sua vida. Love foi apresentado nesta sexta-feira como mais novo reforço do time para esta temporada, com status de estrela e com uma romaria de apaixonados à espera no estádio de remo para recepcioná-lo da mesma forma que fizeram com Ronaldinho Gaúcho no gramado da Gávea em 2011.

Apresentado pela presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, Love não conseguiu segurar as lágrimas ao vestir a camisa do clube em seu retorno. Ele ainda utilizava um cordão de ouro com um escudo do remo do Rubro-Negro.

- Havia prometido que não iria chorar, mas não consigo. Que emoção. Agradecer muito a Deus por estar aqui e a quem lutou para que isso acontecesse e esteve do meu lado sempre. Michel (Levy) que foi brigar com os russos comigo. Foi difícil para c..., mas vencemos mais uma luta - disse o atacante, arrancando aplausos e gritos dos presentes.

- Aqui estão as três mulheres que mais amo na minha vida. Torceram, choraram, aguentaram meu estresse, pois minha vontade era muito grande. Ao Marcos Braz, que começou essa coisa de vem para o Flamengo. Sempre tive esse sonho de criança, que realizei em 2010. Hoje é um dos dias mais emocionantes, algo que não dá para explicar. Para vestir essa camisa tem que amar. Eu amo esse clube. Estive seis meses. Se puder morrer aqui, quero morrer aqui.

A presidente do Flamengo disse que não há unanimidade no clube, apenas Vagner Love. Ela celebrou a contratação pela paixão do jogador pelo Rubro-Negro.

- Não há unanimidade nesse clube. Só você, Love. É um amor incondicional. Você vale qualquer esforço. Não só pelo que você representa, pelos gols, mas pelo seu DNA rubro-negro. Seja bem-vindo. Raça, Love e paixão - falou.

Love contou ainda que assinou a mensagem "eu já sabia 30-11-2011" na parte interna de uma camisa do clube (veja o vídeo acima), ainda no ano passado, tamanha a confiança do atacante em retornar ao Brasil para jogar no clube de coração.

As tranças em vermelho e preto, feitas às pressas na quinta-feira, quando chegou da Rússia, para substituir as azuis, são apenas parte do espírito desejado pelos dirigentes do Flamengo, que fizeram questão de falar em pele rubro-negra para justificar o pagamento de mais de R$ 20 milhões pela contratação de Vagner Love, numa resposta a Thiago Neves, contratado pelo Fluminense, depois de uma longa novela. O atacante volta ao clube depois de jogado seis meses em 2010, quando marcou 23 gols em 29 jogos.

Com um hora de atraso começou a apresentação de Vagner Love como novo reforço do Flamengo, que antes de chegar ao salão nobre foi conhecer o ex-jogador de basquete, Kareem Abdul-Jabbar, de passagem pelo Brasil e também homenageado pelo clube. Na Gávea, estava acompanhado da mãe Jaira, da irmã Vânia e da namorada Lucilene. Ele entrou ao som do hit "Só Love", cantado por Buchecha, com uma camisa vermelha, ao lado da presidente Patrícia Amorim e sua trança feita a pedido do atacante na véspera. Torcedor fanático do clube, o novo camisa 99 do Flamengo entrou no Salão Nobre da Gávea já chorando, emocionado.

Fonte: Globo Esporte