Envolto em polêmica sobre doping, Belfort encara americano em alta

Pesagem do UFC de Jaraguá do Sul contou com clima tenso

Vitor Belfort vai duelar contra americano Luke Rockhold neste sábado, no UFC Jaraguá do Sul, mas está envolto em outra luta também: ele enfrenta uma longa polêmica sobre doping, desde que passou a fazer tratamento de reposição de testosterona (TRT). Há quem critique, há quem considere normal e alguns tentam ficar neutros, mas o assunto sempre aparece e foi recorrente durante esta semana, na preparação final para as lutas em Santa Catarina, que acontecerão neste sábado.


Envolto em polêmica sobre doping, Belfort encara americano em alta

Todo o problema aconteceu quando, após nocautear Michael Bisping, foi anunciado que Vitor Belfort estava fazendo uso da TRT. Em um primeiro momento, ele ficou calado sobre assunto, mas depois esclareceu que só faz isso por conta do hipogonadismo, problema que leva o homem a ter níveis de testosterona menores do que o normal. Belfort tem receita médica para fazer a terapia e por isso não vê problema.

"TRT não ganha lutas. Tem gente usando TRT e perdendo lutas. Meu trabalho e meu treino me fazem vencer. Eu sigo todas as regras", argumentou Vitor, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, quando o assunto foi bastante comentado. Seu adversário, Luke Rockhold, já criticou a terapia diversas vezes. Nesta semana, ele foi menos contundente, mas alfinetou o brasileiro: "penso que quem toma TRT está com algo em falta, então é isso que vocês vão ver na luta".

O maior problema para Vitor Belfort é que Dana White concorda com Luke Rockhold. O presidente do UFC já criticou o fato de a Comissão Atlética permitir que a terapia seja feita pelos lutadores e até recomendou a aposentadoria para aqueles que afirmam ter hipogonadismo. "Se seus níveis de testosterona são muito baixos, então você provavelmente está muito velho para lutar, pare de lutar", disparou Dana, que não está em Jaraguá para continuar a prometida "guerra" contra TRT.

Em geral, quem critica a terapia entende que trata-se de uma maneira legal de se dopar, uma vez que este hipogonadismo pode ser induzido pelo uso de esteroides. Ou seja, a acusação é que os atletas se dopam, ficam com baixo nível de testosterona e então conseguem a receita médica para fazer a TRT. Dessa forma, eles não teriam os efeitos prejudiciais do uso de anabolizantes.

Com tanta polêmica, pelo menos há quem faça piada sobre o assunto. A maioria dos lutadores brasileiros prefere se manter neutro sobre o assunto, deixando as decisões para Dana White e a Comissão Atlética. Mas Ronaldo Jacaré brincou sobre o tema: "eu estou novo e não preciso, mas cada um sabe de si. Dizem que a TRT tem servido para muita coisa, até pra salvar casamento", brincou ele, que enfrentará o também americano Chris Camozzi neste sábado.

Cinturão? Luke Rockhold tem uma carreira que chama atenção. Foi campeão do Strikeforce após nove lutas (com uma derrota apenas) e ainda conseguiu defender o cinturão duas vezes. Com a extinção desta organização, agora ele vai migrar para o UFC e por isso sua estreia está cercada de expectativa. Acredita-se que ele pode ser o novo astro da categoria até 84,4 kg.

Quem pode impedir isso é um veterano de 36 anos que está perto daquela que pode ser sua última chance de ser campeão novamente. Vitor Belfort não fala diretamente, mas busca uma vingança contra Anderson Silva, para quem perdeu em fevereiro de 2011. Ele também está de um olho em uma revanche contra Jon Jones, outro campeão que o bateu recentemente. Se vencer neste sábado, dificilmente Belfort não receberá uma dessas oportunidades.

​Nem Vitor nem Luke falam diretamente sobre o futuro. "O amanhã eu deixo para amanhã", afirmou o brasileiro. "Estou focado primeiro na luta contra o Belfort", declarou o americano. Mas ambos sabem que, na prática, estão perto de lutar pelo cinturão que estará em jogo no UFC 162, quando Anderson Silva enfrentará Chris Weidman em 6 de julho. Portanto, Vitor ou Luke terá que esperar pelo menos um mês e meio para saber quem vão enfrentar na próxima luta. Mas a decisão desse combate começa a ser feito neste sábado. O card principal do UFC Jaraguá do Sul começará às 22h (de Brasília).

Veja como está o card completo:

Card principal

Vitor Belfort x Luke Rockhold

Ronaldo Jacaré x Chris Camozzi

Raael dos Anjos x Evan Dunham

Rafael Sapo x João Zeferino

Card preliminar

Hacran Dias x Nik Lentz

Francisco Massaranduba x Mike Rio

Gleison Tibau x John Cholish

Paulo Thiago x Michel Trator

Yuri Marajó x Iliarde Santos

Fabio Maldonado x Roger Hollet

John Lineker x Azamat Gashimov

Jussier Formiga x Chris Cariaso

Lucas Mineiro x Jeremy Larsen

Fonte: Terra, www.terra.com.br