Equipes da Fórmula 1 abandonam reunião

FIA se contradiz, tira poder de voto da Fota e e acordo fica estremecido

No dia 24 de junho, em Paris, membros da Fota e da FIA se reunem para selar a paz na Fórmula 1

A Associação de Equipes da Fórmula 1 (Fota) divulgou uma nota oficial nesta quarta-feira afirmando que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) está colocando, mais uma vez, a categoria em risco. As escuderias se reuniram nesta quarta-feira com os representantes da entidade, na Alemanha, com o objetivo de acertar o regulamento para a próxima temporada. No entanto, se retiraram da sala no momento em que o assunto era os cortes de despesas para depois de 2010.

Durante o encontro, os chefes das oito equipes que integram a Fota (Ferrari, BMW, McLaren, Renault, RBR, STR, Toyota e Brawn GP) foram informados pelo delegado da FIA, Charlie Whiting, que as suas escuderias não estavam inscritas oficialmente no próximo Mundial, contradizendo a lista que foi divulgada pela própria federação confirmando a inclusão. Segundo a associação, esse foi o motivo para o abandono na reunião.

- Contrariamente aos acordos alcançados previamente, as oito equipes da Fota não estão atualmente inscritas no Mundial de 2010 e, portanto, não têm direito de voto para aprovar o regulamento do próximo campeonato. É preciso lembrar que os oito membros da Fota foram aceitos na lista de inscritos publicada pela FIA após a reunião do Conselho Mundial do Motor, em 24 de junho - explicou, em nota, a Fota.

A associação achava claro que as bases das regras técnicas e esportivas para 2010 tinham sido estabelecidas em Paris. Ela disse, inclusive, que o regulamento a ser aplicado ano que vem será o mesmo que existia antes de 29 de abril, quando a FIA propôs o limite orçamentário.

- Em nenhum momento na reunião de 24 de junho a FIA solicitou um acordo unânime sobre as mudanças nas regras. Ir contra o desejo do Conselho Mundial põe em risco o futuro da F-1. Como resultado destas expressões, os representantes da Fota não puderam exercer seus direitos na reunião de hoje e, portanto, não tiveram outra alternativa a não ser encerrar sua participação.

Fonte: Globo Esporte