"Eu sou flamenguista", diz Ronaldo para Supla

O jogador contou sobre a origem do apelido "Fenômeno", que surgiu em 1998

Ronaldo foi entrevistado por Supla, apresentador do "Brothers", e confessou que, para desespero da nação corinthiana, ele continua, sim, torcedor do Flamengo. "Eu sou flamenguista, mas tenho um carinho muito grande pelo Corinthians. A torcida do Corinthians é especial", diz o atacante direto do centro de treinamento do clube.

O jogador contou sobre a origem do apelido "Fenômeno", que surgiu em 1998 durante sua primeira temporada no Inter de Milão, na Itália e relembra o primeiro gol com a camisa do Timão: "Foi demais. Porque eu não tinha certeza de que voltaria a jogar, não sabia se daria certo esse retorno . Aquele gol foi o primeiro passo, um passo importantíssimo que me deu muita confiança para retornar".

O jogador comentou a final da Copa do Mundo de 1998, quando o Brasil perdeu para a França, e esclareceu um episódio muito comentado na época, um problema de saúde que ele teria tido, no dia anterior ao jogo. "Antes da final eu tive uma convulsão . Fui ao hospital, fiz exames e quando liberado, fui para o estádio. Mas nós não perdemos em função disso. A França jogou muito, era um grande time".

Sobre a volta à seleção, ele garantiu que está disponível e se tiver uma oportunidade, ajudará o time "como um soldado que defende seu país". Para finalizar, o jogador fez um balanço do desempenho alcançado pelo Corinthians neste ano e se diz motivado a continuar no time. "Nós tivemos bons resultados, conseguimos a classificação para a Libertadores no ano do centenário do clube. A entrevista completa com Ronaldo vai ao ar no programa "Brothers" d=neste sábado, 11, às 18h, pela RedeTV!.

Fonte: Extra, extra.globo.com