Ex-atacante da Croácia está em estado grave e precisa de rim

Jogador já passou por 2 transplantes, mas órgãos foram rejeitados

O ex-atacante Ivan Klasnic, que jogou por times como Werder Bremen (Alemanha), Bolton (Inglaterra) e Nantes (França), além de ter disputado duas Eurocopas e uma Copa do Mundo com a Croácia, vive o momento mais difícil de sua vida.

Aos 36 anos, ele vem enfrentando graves problemas de saúde e atualmente está em estado grave no hospital. O croata precisa urgentemente de um novo rim, já que o órgão que possuia, doado por seu pai em 2007, foi rejeitado.

Klasnic, que é alemão naturalizado croata, tem que ir três vezes por semana a um hospital em Hamburgo, cidade em que nasceu, para realizar hemodiálise. Ele está em uma lista de espera para doação de órgãos, mas o tempo estimado para receber um novo rim é de sete anos.

O calvário do ex-atacante começou em janeiro de 2007, quando ele teve o rim doado por sua mãe, Sima, rejeitado pela primeira vez. Dois meses depois, ele passou por nova cirurgia, desta vez recebendo o órgão de seu pai.

À época, e operação foi considerada um sucesso, e ele retomou normalmente sua carreira no Werder Bremen. Em grande fase, jogou a Euro 2008 com a Croácia, tornando-se o primeiro jogador que passou por transplante de rim a disputar a competição, e marcou dois gols no torneio. Ele se aposentou no Mainz, da Alemanha, em 2013, após 16 anos de carreira.

No entanto, o rim doado por seu pai parou de funcionar, e agora Klasnic está em estado crítico. Por meio de suas redes sociais, ex-clubes do croata manifestaram apoio, como o Nantes, que desejou "coragem" ao ex-futebolista na hora difícil.


Klasnic disputa jogada com Juan durante Brasil x Croácia, pela Copa do Mundo de 2006 (Crédito: Getty)
Klasnic disputa jogada com Juan durante Brasil x Croácia, pela Copa do Mundo de 2006 (Crédito: Getty)


Fonte: Com informações do Uol Espn