Ex-atirador nocauteia brasileiro Sapo em evento do UFC em uma base militar

Americano, que já atuou como atirador de elite, solta um overhand de esquerda e acerta o queixo do brasileiro, que cai já seminocauteado

Militar diversas vezes condecorado, Tim Kennedy deu mais uma alegria aos companheiros de batalha na noite desta quarta-feira. O peso-médio (até 84kg) americano, que já atuou como atirador de elite, venceu o brasileiro Rafael "Sapo" Natal por nocaute técnico no fim do primeiro round na luta principal do "UFC Fight for the Troops 3", realizado na base militar de Fort Campbell (EUA). O público, formado basicamente por militares devidamente fardados, apoiou Kennedy e gritou por ele.

Sapo teve interrompida uma sequência de três triunfos. Aos 30 anos, ele agora tem um cartel de 17 vitórias, cinco derrotas e um empate. Kennedy, por sua vez, está com 34 anos e venceu a segunda desde que chegou ao Ultimate - tinha derrotado o também brasileiro Roger Gracie na estreia. O americano chegou a um cartel de 17 vitórias e quatro derrotas.

No começo do duelo, Kennedy segurou a perna de Sapo e quase acertou um cruzado. O brasileiro soltou alguns chutes no corpo e um direto sem muita força. Kennedy deu o troco com dois chutes altos. Rafael acertou um cruzado. Kennedy tentou o mesmo e errou. Sapo derrubou o rival, mas não conseguiu ficar no chão. Depois, deu um chute rodado no vazio e uma rasteira com um chute baixo. O americano botou um chute forte na linha de cintura. Faltando poucos segundos para o fim do primeiro assalto, Kennedy soltou um overhand de esquerda e acertou o queixo de Rafael, que caiu já seminocauteado. O "sniper" liquidou a fatura com mais três socos e conquistou a vitória, por nocaute técnico, após o árbitro Herb Dean interromper o combate aos 4m47s.

Os eventos "Fight for the Troops" têm como objetivo arrecadar fundos para ajudar militares gravemente feridos em ação, veteranos e famílias dos mortos em serviço.





Fonte: Sportv