Ex-contestados decidem, e Fluminense derrota Inter sem Fred

Fluminense e Internacional realizaram um primeiro tempo morno no Estádio do Engenhão



Contratados pelo Fluminense como dois dos principais reforços da temporada, o meio-campista Souza, o goleiro Diego Cavalieri e o atacante Rafael Moura, que se envolveu em polêmica recente com a torcida, decidiram favoravelmente ao time tricolor na noite desta quinta-feira. Em confronto realizado no Estádio do Engenhão, a equipe das Laranjeiras derrotou o Internacional pelo placar de 2 a 0 e alcançou a segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro.

Com os gols de Souza e Rafael Moura, e uma defesa importantíssima de pênalti por parte de Diego Cavalieri, o Fluminense chegou aos 21 pontos, seis atrás do rival e quarto colocado Vasco, e subiu para a sétima colocação. Em contrapartida, o Inter, colocado antes do início do Brasileiro como um dos candidatos ao título, estacionou 19 e caiu para o oitavo posto na tabela de classificação.

Fluminense e Internacional realizaram um primeiro tempo morno no Estádio do Engenhão. Sem Fred, que pediu dispensa à tarde, Abel Braga escalou apenas Rafael Moura como referência, e sofreu com um bom início do time colorado. Entretanto, conforme o clube gaúcho diminuiu o ritmo, a equipe carioca cresceu e controlou o ritmo até o final da etapa inicial, embora tenha falhado na criação das jogadas ofensivas, insistindo muito em bolas aéreas.

A principal falha do Fluminense, na segunda etapa, se tornou uma virtude logo aos 10min do segundo tempo. Mariano recebeu com liberdade pelo lado direito e cruzou para a segunda trave. Aproveitando uma falha de posicionamento da defesa do Inter, Souza apareceu na segunda trave, atrás de Rafael Moura, e tocou com precisão no canto esquerdo de Muriel para abrir o placar, aumentando o domínio dos mandantes no confronto desta quinta-feira.

Entretanto, um lance de raça de Leandro Damião quase mudou o duelo. Aos 23min, o centroavante recebeu dentro da área e sofreu pênalti. Na cobrança, o argentino Andrés D"Alessandro cobrou forte, mas acabou parado por Diego Cavalieri. Criticado no início da temporada por conta de atuações irregulares, o goleiro desabafou na comemoração e acabou exaltado por todos os companheiros de defesa.

Na parte final do confronto, Fernando Bob recebeu dentro da área e acabou derrubado por Wilson Matias, que foi expulso pela arbitragem. Pressionado pela torcida na última terça-feira, em caso que afastou Fred da partida desta quinta-feira, Rafael Moura cobrou com categoria e deixou o goleiro Muriel estático no gol. Tento que definiu o triunfo do clube carioca sobre o gaúcho.

Depois do compromisso desta quinta-feira, ambos os times voltam a campo no próximo domingo, às 16h (de Brasília). O Fluminense terá pela frente o lanterna América-MG, fora de casa. Por outro lado, o Internacional, que ainda procura por um técnico para o restante do Campeonato Brasileiro, encara o abalado Cruzeiro, que perdeu os três últimos jogos pela competição.

O jogo

Antes mesmo de entrar em campo para encarar o Internacional, o Fluminense enfrentou a primeira dificuldade ainda na concentração. Principal líder e símbolo da atual equipe para a torcida, o capitão Fred pediu dispensa do confronto por "falta de condições psicológicas". Segundo informações do jornal Extra, o jogador foi flagrado consumindo bebidas alcóolicas por torcedores organizados e recebeu ameaças, que resultaram no pedido de dispensa.

Sem a principal referência ofensiva, o Fluminense enfrentou dificuldades para pressionar a defesa do Internacional. Por outro lado, bem postado no setor de meio-campo, especialmente por conta dos avanços de Tinga, o time colorado dominou o princípio do duelo. Logo aos 8min, Leandro Damião deu um ótimo passe para o meio-campista, que acabou travado no momento do arremate.

Pressionado pelo visitante, o Fluminense aos poucos melhorou a postura dentro de campo. Com base na eficiente troca de passes, o time das Laranjeiras cresceu e conseguiu responder ao domínio adversário. Aos 27min, Marquinho criou a primeira grande chance da equipe de Abel Braga. O meio-campista cruzou na medida para Gum, livre, cabecear no ângulo e exigir uma ótima defesa de Muriel.

Apesar da melhora a partir da metade do primeiro tempo, o Fluminense não conseguiu criar jogadas com facilidade. Com Souza discreto, o clube carioca apostou nas jogadas pelas laterais, especialmente no setor esquerdo com Marquinho e Carlinhos. Contudo, a falha nas assistências impediu o time de exigir um constante trabalho do goleiro Muriel, que se limitou a salvar o Inter apenas na chance de Gum.

O Fluminense retornou ao segundo tempo com o comando do ritmo de jogo. Insistindo nas jogadas pelas laterais, o clube tricolor conseguiu abrir o marcador por intermédio das bolas aéreas, justamente a principal característica da equipe. Aos 10min, Mariano recebeu pelo lado direito e cruzou na medida para Souza, bem posicionado na segunda trave, tocar no contrapé de Muriel.

Com a vantagem no placar, o Fluminense cresceu ainda mais no confronto. Com o domínio da posse de bola, o time carioca controlou o ritmo. Contudo, em um lance esporádico, o Inter teve uma grande chance para empatar. Aos 23min, Leandro Damião recebeu na área, brigou, driblou e caiu. Pênalti assinalado pelo árbitro Nielson Nogueira Dias. Na cobrança, D"Alessandro chutou à meia-altura e viu o goleiro Diego Cavalieri salvar o Flu.

A intervenção do goleiro acabou sendo decisiva na parte final do confronto. Sem criação no setor ofensivo, o Internacional ainda permitiu os avanços dos meio-campistas do Fluminense. Assim, aos 41min da etapa complementar, Fernando Bob foi derrubado na área por Wilson Matias, que acabou recebendo o segundo cartão amarelo e deixando o jogo. Na batida, Rafael Moura, também envolvido na polêmica de bebidas alcóolicas com Fred, deslocou Muriel e sacramentou o triunfo.

FICHA TÉCNICA

Fluminense 2 x 0 Internacional

Gols:

Fluminense: Souza, aos 10min do segundo tempo; e Rafael Moura, aos 41min do segundo tempo

Fluminense

Diego Cavalieri; Mariano, Márcio Rosário, Gum e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Valencia), Marquinho (Fernando Bob) e Souza; Rafael Sobis (Ciro) e Rafael Moura.

Técnico: Abel Braga.

Internacional

Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Matias, Elton (João Paulo), Tinga (Ricardo Goulart), Andrezinho (Lucas Roggia) e D"Alessandro; Leandro Damião.

Técnico: Osmar Loss (interino).

Cartões Amarelos

Fluminense: Carlinhos e Diego Cavalieri

Internacional Wilson Matias, Kléber e Tinga

Cartões Vermelhos

Internacional: Wilson Matias

Árbitro

Nielson Nogueira Dias (PE)

Local

Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra, www.terra.com.br