Ex-médico da F1 diz que "Schumi" deve ficar em estado vegetativo

Ex-médico da F1 diz que "Schumi" deve ficar em estado vegetativo

A opinião do Dr. Gary Hartstein, ex-médico da F-1, é de que o alemão está em estado vegetativo.

Michael Schumacher está há mais de um mês em coma, internado no Hospital Universidade de Grenoble, na França. No final do ano passado, o ex-piloto alemão sofreu um acidente ao se chocar com uma pedra durante um passeio de esqui pela pista de Meribél e seu estado de saúde não têm projeções positivas...

A opinião do Dr. Gary Hartstein, ex-médico da F-1, é de que o alemão está em estado vegetativo.

"Se a resposta motora à estímulos externos é uma reação primitiva, temos más notícias, mas ainda assim deixa esperança à certo nível de recuperação. Números? Bom, esse nível de resposta indicaria a persistência de um estado vegetativo, mas, geralmente, 50% desses pacientes acordam, normalmente com um nível de sequela residual", disse Gary.

As informações passadas pelo médico são baseadas em relatos

do jornal Bild e, como o próprio diz, e em experiência própria. Além disso, o médico acredita que o jornal alemão tem uma fonte confiável dentro do hospital.

onde Schumi está internado...

De acordo com o jornal, o heptacampeão contraiu uma infecção pulmonar no local onde está internado e, ainda segundo o tabloide, as consequências para o ex-piloto ainda não podem ser previstas

As causas do acidente ainda são misteriosas. A investigação da promotoria francesa revelou que Schumacher não estava acima da velocidade no momento do choque, mas não soube afirmar o que motivou o heptcampeão mundial de Fórmula 1 deixar o traçado original da pista nos Alpes franceses e esquiar em uma região perigosa, onde a neve não era segura e tinha muitas pedras.

O ex-anjo da guarda da F-1 também afirmou acreditar que a diminuição da sedação de Schumacher já deveria ter sido completada e que, se não houvesse um estado vegetativo, o piloto já deveria ter respondido aos estímulos dos médicos, mesmo que não estivesse 100% recuperado.

O médico disse que a falta de informações sobre o estado do ex-piloto causa uma preocupação maior sobre a condição de saúde de Schumi, e na sua opinião, caso houvesse uma melhora no quadro do alemão, ela teria sido passada pelo hospital aos fãs e à imprensa.

"Presumo que, caso tenha havido uma notícia boa, seríamos avisados. Compreendemos a necessidade da família de Michael por sua privacidade, mas ele é uma figura pública, admirada e reverenciada por todo o mundo. Se minha presunção estiver errada e houve uma decisão de reter todas as informações sobre o caso, eu acredito que isso é injusto", finalizou Hartstein.

Michael Schumacher está há mais de um mês em coma, internado no Hospital Universidade de Grenoble, na França. No final do ano passado, o ex-piloto alemão sofreu um acidente ao se chocar com uma pedra durante um passeio de esqui pela pista de Meribél e seu estado de saúde não têm projeções positivas...

Michael Schumacher está há mais de um mês em coma, internado no Hospital Universidade de Grenoble, na França. No final do ano passado, o ex-piloto alemão sofreu um acidente ao se chocar com uma pedra durante um passeio de esqui pela pista de Meribél e seu estado de saúde não têm projeções positivas..


Ex-médico da F1 diz que alemão deve ficar em estado vegetativo

Ex-médico da F1 diz que alemão deve ficar em estado vegetativo

Fonte: r7