Ex-nadadora Rebeca Gusmão deixou UTI de hospital no Distrito Federal;veja

Ela estava internada desde a última quinta-feira - chegou a ficar em coma.

A ex-nadadora Rebeca Gusmão, 29 anos, banida do esporte desde 2009 por uso de substâncias ilegais, deixou a UTI do Hospital Regional de Saúde de Samambaia, no Distrito Federal, no último domingo.

Ela estava internada desde a última quinta-feira - chegou a ficar em coma. A Secretaria de Saúde do DF não confirma as razões que levaram Rebeca a ser internada, mas a suspeita é de envenenamento.

De acordo com a secretaria, a família de Rebeca pediu para que nenhuma informação sobre o estado de saúde da ex-atleta fosse divulgado. A confirmação de que Rebeca deixou o hospital foi feita por uma pessoa do setor da unidade hospitalar.

Atualmente, ela trabalha na Secretaria de Esporte e Lazer do DF como diretora de apoio ao atleta desde outubro de 2012.

Rebeca foi um dos grandes nomes da natação brasileira até 2007. Dona do primeiro ouro feminino da natação brasileira em Pan-Americanos, a atleta foi pega no exame antidoping por uso de esteroides anabolizantes. Desde então, enfrentou uma série de batalhas judiciais e terminou banida do esporte.

Rebeca sempre alegou inocência. Ela acusa a comissão antidopagem brasileira de manipulação de uma das contraprovas e questiona os relatórios que fizeram o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte, instância máximo do setor) a encerrar a carreira dela.

Fonte: UOL