Fábio Koff é reeleito no Clube dos Treze

Fábio Koff é reeleito no Clube dos Treze

O ex-presidente do Grêmio, que já comanda a entidade desde 1996

Fábio Koff, ex-presidente do Grêmio, foi reeleito, no início da tarde desta segunda-feira, presidente do Clube dos 13 para o próximo triênio. Com 12 votos a 8, ele bateu flamenguista Kléber Leite, em eleição realizada em São Paulo. Será o sexto mandato de Koff, que está no comando da entidade desde 1996.

A eleição é feita de forma direta, com os 20 presidentes de clubes votando. Kléber precisaria ter 11 votos, porque, pelo estatuto, o candidato mais velho ganharia em caso de empate. Koff teve as 12 indicações que esperava e ganhou.

- Foi importante ter duas candidaturas porque desde que assumi sempre disse que todos têm que ter um lado, para que haja o debate. Foi um dia épico, de fortalecimento do Clube dos 13 como entidade. Nós nos comprometemos com alguns objetivos a curto prazo - disse Koff.

Logo após a votação, o candidato derrotado comentou o resultado e cobrou do vencedor empenho para realizar mudanças.

- Montamos uma oposição forte o que mostra que as mudanças têm de ser feitas. Agora, espero que o Koff cumpra o que prometeu. É preciso uma melhora na estrutura e mais força para os clubes junto à CBF e a Conmebol, além de força no Senado para a mudança de leis ? declarou Kléber Leite.

O presidente do Corinthians, Andrés Sanches, que deu suporte à candidatura de Leite, reforçou as cobranças.

- Agora que a eleição acabou, temos de cobrar as mudanças que o Fábio Koff prometeu - disse o mandatário do Timão.

Em uma manobra política, Fábio Koff antecipou o pleito. Marcada inicialmente para novembro, a eleição veio para abril. Nos bastidores, se comenta que a mudança foi uma cartada para não permitir que Kléber Leite tivesse tempo para sair em campanha e tentar ganhar novos apoios.

Apesar disso, o ex-dirigente do Flamengo preferiu destacar que suas diferenças com o presidente reeleito se resumem à forma de pensar.

- Não tenho mágoas, tenho grande carinho pelo Koff, mas neste momento pensamos diferente - explicou.

Fonte: Globo Esporte