Família de quatro irmãos e três primos atuam em time da Copa Brasil

Família de quatro irmãos e três primos atuam em time da Copa Brasil

Família São Domingos FC: quatro irmãos e três primos atuam no time sergipano



Seu Neilton Siqueira e os quatro filhos jogadores do São Domingos, de Sergipe Quando jogadores e comissão técnica estão em sintonia fora de campo e o time tem bons resultados dentro das quatro linhas é normal ouvir que o grupo é uma família. Parece que o São Domingos Futebol Clube, criado no fim de 2004 e que disputa a primeira divisão do Campeonato Sergipano, levou a expressão ao pé da letra. Quatro irmãos e três primos da famíla Siqueira atuam na equipe, que faz sua estreia na Copa do Brasil na próxima quarta-feira, contra o Sampaio Corrêa-MA. Se avançar, pode pegar o Atlético-PR na segunda fase.

Marquinhos, aos 19 anos, é o mais novo dos irmãos. O volante do Coelho do Agreste já chama a atenção dos olheiros segipanos. Em seguida, aparece Ivan, de 25 anos. O goleiro é o mais experiente da família, tendo passado por vários times do Nordeste. Queninho, 31, atua pela meia-direita e é prata da casa do São Domingos. O mais velho é também o mais versátil. Nilson, 32, joga como zagueiro, volante e ala.

Todos eles são filhos do seu Neilton Siqueira, zelador do campo do clube há 16 anos. A concentração antes dos jogos é na casa da família, que fica a menos de cem metros do estádio Arnaldão. Basta sair de casa e virar a esquina que já dá para visualizar o muro branco do local dos treinamento e jogos.



Na fileira de cima, os filhos com o pai: Ivan, Nilson, seu Neilton, Queninho e Marquinhos. Na fileira de baixo, os primos: Vaninho, Jaédson e Dilto. A família Siqueira em peso no São Domingos Futebol Clube

Mas a participação da família Siqueira na equipe do São Domingos não para por aí. Vaninho (lateral), Dilto (atacante) e Jaédson (lateral), mais conhecido como bode, são os primos que também vestem a camisa do Tricolor sergipano - as cores são verde, branco e azul.

A equipe do "Esporte Espetacular" viajou até a cidade de São Domingos, que fica a 75 km de Aracajú, capital de Sergipe, para contar a incrível história dessa família e acompanhar a estreia do time no estadual, contra o América-SE, na casa do Coelho do Agreste. Não perca a reportagem completa, domingo, no EE.

Fonte: AG Senado