Família de Schumacher não permite visitas há dois anos do acidente

A própria casa transformada pela família em um hospital.

Em estado vegetativo há quase dois anos, desde o fim de dezembro de 2013, Schumacher continua na luta pela vida na própria casa, transformada pela família em um hospital. A cada dia que passa, os parentes do alemão vão adotando mais privacidade em relação ao estado de saúde dele, sempre um mistério desde o acidente nos Alpes há dois anos. No começo, imprensa e amigos costumavam ficar mais próximos ao piloto e as notícias sobre a recuperação eram mais frequentes.


Image title

Atualmente, a família de Schumacher tem evitado até as visitas dos amigos mais próximos, que já não vão mais à casa para ter notícias do heptacampeão da F-1. Um dos poucos que se aproximou de Schumacher nos últimos meses foi o ex-chefe e amigo íntimo Ross Brawn, engenheiro inglês. Brawn trabalhou com Schumacher em todos os setes títulos do piloto na Fórmula 1 e se tornou não só uma companheiro e chefe de equipe, mas também amigo do alemão e de toda a família.

A amizade é tanta, que Brawn, em entrevista ao Daily Mirror, revelou que é chamado algumas vezes pela mulher de Schumi, Corina, para conversar sobre o estado de saúde do piloto. Segundo o Daily, o engenheiro reconhece que o estado do heptacampeão é muito grave, mas também fala que as conversas com Corina o trazem bastante esperança na recuperação do amigo.

Fonte: Com informações do R7