Felipão já testou 40 jogadores em seis jogos e seleção ainda busca equilíbrio

O time busca o gol - e até o encontra, mas a defesa não consegue evitá-los

Foram 40 jogadores testados em apenas seis jogos. Quase quatro times diferentes. E embora o técnico Luiz Felipe Scolari garanta ter encontrado sua equipe, a seleção que está a apenas um jogo de sua estreia na Copa das Confederações ainda apresenta fragilidades que denunciam um desequilíbrio tático. O time busca o gol - e até o encontra, mas a defesa não consegue evitá-los.


Felipão já testou 40 jogadores em apenas seis jogos e seleção ainda busca o equilíbrio

Com exceção do amistoso contra a frágil Bolívia, no dia 6 de abril, a defesa não passou em branco uma partida sequer. E em três ocasiões (empates com Itália, Chile e o de anteontem, com a Inglaterra), o Brasil saiu na frente, mas não conseguiu manter a vantagem no placar. Contra os italianos, chegou a estar vencendo por 2 a 0, mas viu a vitória escorrer pelas mãos. Ainda assim, o discurso geral é de que o time achou o caminho certo.

- Desde que o Felipão assumiu, foi o primeiro jogo em que nós falamos: ?Caramba, estamos melhorando!? O trabalho que fizemos durante a semana foi muito proveitoso. Valeu pela nossa força, pela determinação e pelo ambiente que foi criado no Maracanã - disse o zagueiro Thiago Silva, ontem, ainda no Rio de Janeiro, antes de viajar com a delegação para Goiânia, onde a seleção irá se preparar para o amistoso contra a França, no próximo domingo, em Porto Alegre.

O alto número de experiências de Felipão mostra que a busca pela evolução não está nada fácil. Na zaga, foram oito jogadores testados. Os laterais já foram sete (três pela direita e quatro pela esquerda), mesmo número de volantes usados até o último domingo. E, em seis jogos, já foram nove gols tomados, uma média de 1,5 por jogo.

A preocupação com a proteção à defesa é tão grande que Felipão alçou Luís Gustavo, do Bayern de Munique, a titular já em sua primeira oportunidade. E, ao revelar a conversa que teve com o treinador, deixou escapar que entrou justamente com a obrigação de reforçar o setor.

- O segredo vai ser assimilar tudo o que o professor quer, e acredito que tudo se resolverá. Ele falou que eu sou 80% defesa e Paulinho, 80% ataque. Então, acredito que nos entenderemos bem - disse o volante, fazendo referência à parceria com o cabeça de área do Corinthians, inaugurada no Maracanã.

Confira os 40 jogadores testados por Felipão:

Goleiros: Júlio César, Jefferson e Diego Cavalieri.

Laterais: Daniel Alves, Adriano, Filipe Luís, Jean, Marcelo, Marcos Rocha e André Santos.

Zagueiros: David Luís, Miranda, Dante, Thiago Silva, Réver, Dedé, Dória e Henrique.

Volantes: Ramires, Arouca, Paulinho, Fernando, Hernanes, Luiz Gustavo e Ralf.

Meias: Oscar, Ronaldinho Gaúcho, Lucas, Kaká, Jadson e Bernard.

Atacantes: Neymar, Luís Fabiano, Fred, Hulk, Diego Costa, Leandro, Osvaldo, Leandro Damião e Alexandre Pato.

Fonte: Extra