Felipão vê vaga na Libertadores mais distante: "situação é horrível"

A cada jogo que passa, a vaga na Taça Libertadores da América de 2012 para o Palmeiras é um objetivo mais distante


Felipão vê vaga na Libertadores mais distante:

A cada jogo que passa, a vaga na Taça Libertadores da América de 2012 para o Palmeiras é um objetivo mais distante. Hoje, o time tem quatro pontos de desvantagem para o Fluminense, que seria o último na tabela a ficar com vaga. O próprio técnico Luiz Felipe Scolari, ciente da situação, já muda um pouco o seu discurso otimista de jogos anteriores.

- Temos algumas situações nesse momento. Uma que estamos em posição confortável em relação ao rebaixamento. Outra que estamos em colocação confortável para a Sul-Americana. Para a Libertadores, é horrível, se tivéssemos feito quatro pontos a mais estaríamos no bolo. Não adianta agora ficar lamentando. Tem que seguir em frente com o campeonato.

Felipão sabe que, para continuar na briga, o time precisará de uma sequência grande de vitórias, o que é complicado alcançar nesta fase do campeonato, já que o equilíbrio é muito grande.

- Se observarmos esse torneio, veremos que o Fluminense, nos últimos oito jogos, teve seis vitórias. O Santos, até o jogo contra o Figueirense, vinha de cinco vitórias seguidas. Daqui para frente, o equilíbrio é grande e dificilmente alguém fará mais do que dez pontos a cada cinco jogos. E isso é uma coisa que nos preocupa.

Felipão não concorda que a situação atual do Palmeiras seja culpa da diretoria, que não contratou reforços de peso, o que gerou muitas críticas da torcida.

- Não cobrem da direção mais reforços. Não tínhamos essa possibilidade nesse ano. Os reforços que trouxemos são apostas até o final do ano. O trabalho que está sendo feito por essa direção é de saneamento na parte financeira. Se isso for bem feito, o que está ocorrendo, existe a possibilidade de quatro atletas de peso chegarem no início do próximo ano para darem mais força ao elenco atual, que é muito bom. Isso independe do que vai acontecer daqui para frente.

Fonte: GloboEsporte