Felipe Massa: Quero agradecer a todos que rezaram por mim

Piloto, que está voltando para São Paulo, concede primeira entrevista

Massa dá a primeira entrevista após acidente Em entrevista gravada no último domingo pela Ferrari e divulgada nesta segunda-feira pela escuderia, Felipe Massa falou pela primeira vez sobre o grave acidente que sofreu durante os treinos classificatórios para o GP da Hungria, há duas semanas.

A caminho do Brasil depois de receber alta do hospital onde ficou internado em Budapeste , Massa agradeceu a torcida pela sua recuperação.

- Antes de tudo agradeço a Deus. Mas também quero agradecer todos que rezaram por mim e que me mandaram mensagens, me desejando melhoras. Assim como eles rezaram por mim, eu também digo a eles que rezarei por eles também - disse Massa, que não vê a hora de retornar às pistas.

- É um sentimento estranho. Sei exatamente o que aconteceu, que uma mola do carro de Rubens (Barrichello) caiu e me acertou no capacete. Sei que algo aconteceu comigo, mas não senti nada quando aconteceu. Eles me disseram que eu perdi a consciência no momento em que a mola bateu no capacete e bati nos pneus e acordei no hospital dois dias depois. Não lembro de nada e por isso os médicos tiveram de me explicar. Quando vi Rob (Smedley, seu engenheiro), ele me perguntou se eu lembrava do Rubens, mas a última coisa que lembro é que eu estava atrás dele no fim da minha volta rápida no Q2 (segunda parte do treino) e depois mais nada. É difícil de explicar. Estou me sentindo bem melhor agora e quero me recuperar o mais rápido possível para voltar ao volante da Ferrari - afirmou Massa.

O brasileiro falou também sobre o alemão Michael Schumacher. O veterano campeão largou a aposentadoria e foi anunciado como substituto do brasileiro nas próximas etapas do Mundial de F-1 de 2009.

- Michael não precisa do meu conselho. Foi ele quem me deu várias dicas durante minha carreira quando corremos juntos. Ele sabe como vencer, como pilotar e ele é ótimo. Foi a melhor escolha entregar o carro para uma pessoa tão fantástica e estou certo de que todos ficarão felizes com seu retorno. Apesar disso, espero estar de volta às pistas com a Ferrari o mais rápido possível.

Massa está ansioso para voltar a São Paulo e à sua vida normal. O brasileiro agradeceu o apoio da família e dos integrantes da Ferrari, que mandaram mensagens para ele via Luca di Montezemolo, presidente da fábrica.

- Quero voltar para casa, ver se tudo estava como era antes. Muitas coisas aconteceram nos últimos dias e quero retornar à minha vida normal. Minha família é importante para mim. Eles sempre estiveram perto de mim durante minha carreira, vitórias e derrotas, e nos momentos mais difíceis. Só o Dudu estava em Budapeste, mas quando o acidente aconteceu, Raffaela (esposa), meu pai, minha mãe e, depois, minha irmã foram à Hungria. Sei que eles sofreram muito e gostaria de agradecer a eles. E gostaria de agradecer à outra família: a família Ferrari. Eles foram ótimos, nos ajudaram de todas as maneiras. É ótimo ser parte deste grupo.

Fonte: AE